Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/10/2005 13:06

Acareação: Delubio e Valério falam em valores diferentes

Inara Silva / Campo Grande News

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Mensalão realiza neste momento a acareação entre os supostos operadores da mesada que o PT pagaria a deputados para que votassem de acordo com o governo federal. O relator da CPMI, Ibrahim Abi-Ackel (PP-MG), disse que existe diferença de valores com relação ao valor pago pelo empresário Marcos Valério de Souza ao PL. "A soma dos quantitativos entregues e dos recebidos registram uma diferença de milhões de reais”, daí a necessidade de acareação disse ele em entrevista à Agência Brasil.
O empresário confirmou em depoimento que repassou um total de R$ 10,837 milhões para Valdemar da Costa Neto, presidente do PL. Disse que seu contato com o partido era o ex-tesoureiro do PL Jacinto Lamas e que fazia cheques nominais à empresa Garanhuns, mas que houve, inclusive, pagamentos pessoais entregues a Costa Neto. A diretora-financeira da SMP&B - empresa de Marcos Valério - Simone Vasconcelos, também confirmou os valores e as informações dadas por Marcos Valério.
Marcos Valério afirma ter repassado ao PL R$ 10, 837 milhões. Já o presidente do partido, ex-deputado Valdemar Costa Neto, confirma o recebimento de R$ 6,5 milhões. O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares disse que seu partido teria autorizado o pagamento de cerca de R$ 12 milhões ao PL.
A ex-mulher de Costa Neto, Márcia Cristina Caldeira, acompanha os depoimentos. Ela afirma ter documentos e que poderá entregá-los a algum parlamentar se Costa Neto mentir.
Serão ouvidos pela comissão ainda hoje o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, Marcos Valério, Valdemar Costa Neto, e a ex-funcionária da SMP&B (agência de publicidade de Marcos Valério) Simone Vasconcellos. Ainda devem participar da acareação o assessor do PP João Cláudio de Carvalho Genu; o tesoureiro do PTB, Emerson Palmieri, e o ex-presidente da Casa da Moeda Manoel Severino dos Santos. Todos estariam envolvidos, de alguma forma, com o esquema de repasse de recursos de Marcos Valério. Com informações da Agência Senado e Radiobras.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)