Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/03/2015 16:52

Academia de Polícia comemora 31 anos com mais de 4 policiais formados

Noticias MS

A Academia de Polícia Civil Delegado Júlio César da Fonte Nogueira (Acadepol/MS) completa 31 anos de existência nesta quinta-feira (12), com mais de 4 mil policiais capacitados para atuarem na repressão, investigação e esclarecimentos de crimes cometidos em Mato Grosso do Sul.

Com o lema “competência e dignidade”, repassado já nas primeiras aulas, ministradas no início da década de 80, a Acadepol/MS já formou mais de 60 turmas de delegados, médicos legistas, peritos criminais, peritos papiloscopistas, escrivãs, investigadores e agentes de polícia científica.

De comerciante no município de Paranaíba nos anos 80 à escrivão da Polícia Civil, Waldir Marcondes Gomes só tem boas recordações do curso de formação concluído em meados de 1990 na Acadepol/MS. “Era uma época muito boa, em que a hierarquia, disciplina e civismo tinham muita importância. Recordo-me que todos os dias fazíamos filas e em posição de sentido e respeito cantávamos orgulhosos o Hino Nacional”, lembra.

Ao sair da Acadepol/MS, Waldir foi lotado na Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, onde continua prestando serviços, apesar de já aposentado. “Tenho paixão pela instituição e por meu trabalho, quando eu atendo uma pessoa e consigo de alguma forma ajudá-la eu me sinto renovado, e, ao olhar para trás vejo o quanto as aulas e os conhecimentos repassados pelos professores da Acadepol foram importantes para a minha vida, tanto pessoal, como profissional”, afirma.

“A Academia é o espírito da instituição, o primeiro e o mais importante passo dentro da carreira, por ser responsável pela honra e caráter dos policiais que aqui são formados, aos quais mostramos através dos ensinamentos, a dignidade, deveres e competências que devem ter”, diz o delegado Waldir Carlos Ide, diretor da Acadepol/MS.

O diretor Ide, integra o grupo de delegados da turma de 1984, a primeira a ser formada pela então Academia Estadual de Segurança Pública (AESP), que naquela época era subordinada diretamente à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Mais tarde a denominação passou para Academia de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul e a instituição passou a integrar a base operacional da Polícia Civil.

Em dezembro de 2013, através da Lei n.º 4.448/13, decretada pela Assembleia Legislativa, em homenagem ao ex-diretor da casa de ensinos que faleceu em dezembro de 2012, aos 56 anos de idade, vítima de um infarto, a denominação passou para Academia de Polícia Civil Delegado Júlio César da Fonte Nogueira. O delegado também integrou a primeira turma de delegados da Acadepol/MS.

De acordo com o delegado Waldir Ide, ao longo dos anos a Acadepol/MS evoluiu muito, e hoje segue uma grade curricular nacional, através da qual repassa aos futuros policiais as mais modernas técnicas existentes no país, em todas as disciplinas, sejam elas teóricas, onde são aprendem sobre direitos humanos, policiamento comunitário, direito penal, processual penal e ética, ou aquelas práticas, essenciais para o dia-a-dia do policial civil, como defesa pessoal, uso de técnicas não letais e tiro, por exemplo.

Inaugurada em 12 de março de 1984 pelo então governador Wilson Barbosa Martins, a Acadepol/MS completa hoje 31 anos de existência. O primeiro diretor da então AESP foi o advogado e educador Cezar Mafuz Maksoud, que imprimiu o forte e necessário traço para a formação da primeira turma de 216 policiais vindos de diversos estados brasileiros.

Joelma Belchior – Sejusp

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)