Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/11/2004 09:16

Acabar com aftosa é meta emergencial, diz ministro

Inara Silva / Campo Grande News

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, está hoje em Campo Grande para lançar a campanha contra a febre aftosa no Estado. Em entrevista ao Bom Dia MS, da TV Morena, Rodrigues alertou para a importância de se unir esforços para combater a febre aftosa no rebanho bovino do país. “A questão sanitária é essencial e absolutamente emergencial. Ou o Brasil acaba com a aftosa ou a doença acaba com a pecuária”, alertou o ministro ao afirmar que o país não tem alternativa.
Roberto Rodrigues lembrou que o Brasil apresenta crescimento em vários setores da produção, como na suinocultural, avicultura, entre outros, e quem perde mercado externo para o Brasil, acaba lutando contra ele. O ministério tem se empenhado em envolver mecanismos culturais regionais no trabalho de conscientização. No Nordeste, por exemplo, os cordéis têm sido utilizados para promover a conscientização. Em muitos estados, segundo Rodrigues, há envolvimento de estudantes, artistas e parlamentares. Não somente o produtor rural. Depois de cuidar do Brasil, o Ministério da Agricultura deve partir para ajudar outros países do continente, principalmente, o Paraguai e a Bolívia, que dividem fronteiras com o Mato Grosso do Sul e têm apresentado casos da doença. Roberto Rodrigues participa às 8h do lançamento oficial da campanha de combate à febre aftosa no Estado. A solenidade será na sede da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande.
Em sua última e maior fase, a campanha de vacinação contra aftosa deve atingir cerca de 25 milhões de animais, o total do rebanho do Estado. O produtor deve ficar em alerta para não deixar de vacinar todo o seu rebanho contra a doença no período determinado. Para os pecuaristas do planalto a campanha vai até o dia 30 de novembro. Já no Pantanal, os que optarem por essa fase, poderão vacinar os animais até 15 de dezembro, impreterivelmente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)