Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/01/2006 09:10

Abate: União não tem disposição de indenizar 100%

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Condição imposta pelo proprietário da fazenda Bonanza, de Eldorado, José Turquim, para que os 1.075 bovinos da propriedade sejam sacrificados, a União não está disposta a pagar os R$ 897,1 mil em que foram avaliados os animais da propriedade, segundo o superintendente de Agricultura de Mato Grosso do Sul, José Antônio Felício.

O proprietário tem liminares nas esferas estadual e federal que asseguram a integridade do rebanho, apesar de o Ministério considerar a fazenda foco, o que conforme lei só prevê indenização de 50% do valor dos animais. Em dezembro a União, na tentativa de solucionar o impasse, se comprometeu a pagar 50% do valor e depositar os outros 50% em juízo, até que se prove a inexistência de febre aftosa.

Somente com os abates dos animais da Bonanza os trabalhos de combate à doença poderão ser considerados
realmente concluídos e com a vinda da missão européia marcada para 23 de janeiro o governo acaba tendo de correr contra o tempo. Ontem o proprietário da Bonanza, José Turquim, esteve em Campo Grande, mas não houve acordo. Felício afirma governo estadual poderia estar complementando o valor dos animais com o Fesa (Fundo Emergencial de Sanidade Animal), mas os recursos do fundo acabaram.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)