Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/04/2005 07:42

Abate de bovinos cai 9,6% em março em MS

Marineiva Rodrigues/Campo Grande News

O abate de bovinos em Mato Grosso do Sul teve queda de 9,6% no mês de março de 2005, comparado com o mesmo período de 2004, ainda um reflexo do boicote de produtores aos frigoríficos. Em março deste ano foram abatidos 313.639 bovinos e no mesmo período do ano passado esse número era de 347.001 cabeças.

Apesar do baixo número apresentado em março, o mês apresentou crescimento se comparado com o mês de fevereiro, período em que foram abatidas 262.688 cabeças, um aumento de 19,4%. Segundo dados da DFA (Delegacia Federal de Agricultura), o peso morto em março de 2004 foi de 79.428,936 kg e em março de 2005, 68.655,874 kg, uma redução de 13,56%. Segundo a diretora da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Teresa Cristina Correia da Costa, um das razões desse recuo é a redução de animais vendidos aos frigoríficos, uma forma de protesto dos produtores para pressionar os frigoríficos a aumentar o valor pago pela arroba do boi. Cristina acredita também, que isso seja um reflexo do baixo preço da arroba do boi, que já sofreu queda de quase R$ 10,00 de dezembro até agora, caindo de R$ 58,00 para R$ 49,00.

Outro fator é a seca que atinge o Estado, o que leva o produtor a manter o animal por mais tempo no pasto, para engorda. Ainda segundo a Famasul, o problema é que essa redução do preço não chega ao consumidor, que continua pagando altos preços pelo quilo da carne. “Se o preço também caísse para o consumidor, teríamos uma demanda maior do produto e isso também ajudaria no aumento do abate”, afirma Teresa.

Ela acredita que no mês de abril o número de abates no Estado pode voltar a crescer, isso porquê os produtores devem reduzir o boicote, voltando a fornecer uma quantidade maior de animais aos frigoríficos. Também foi registrada queda no abate de suínos, de 71.555 animais em 2004, para 52.613 em 2005.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)