Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/09/2009 17:23

Abate de bovinos aumenta 5,5% ; MS agora é o terceiro

Thaís Leitão, Agência Brasil

Rio de Janeiro - O abate de bovinos aumentou 5,5% no segundo trimestre deste ano em relação ao trimestre anterior. O resultado interrompe uma sequência de quedas observadas desde o terceiro trimestre do ano passado. Ao todo foram abatidos, entre os meses de abril e junho de 2009, 6,844 milhões de cabeças de gado. Na comparação com o mesmo trimestre de 2008, no entanto, houve queda de 10,2%.

Os dados fazem parte da Pesquisa Trimestral do Abate de Animais, divulgada hoje (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento aponta que a melhora no desempenho de abate de bovinos pode representar o início de uma reversão de ritmo de baixa, mas destaca que “os grandes frigoríficos ainda estão tendo que equilibrar seus custos à nova realidade, ajustando suas escalas de produção, que trabalham num cenário ainda de baixa, impossibilitando a recuperação das recentes demissões ocorridas no setor”.

O estado de Mato Grosso continua sendo apontado como principal produtor nacional, respondendo por 13,6% de todo o abate no país. Em seguida, aparecem São Paulo (13,3%), Mato Grosso do Sul (12,2%) e Goiás (9,2%).

A exportação de carne bovina no segundo trimestre do ano teve expansão de 22,1% em volume e de 31,2% em faturamento na comparação com o trimestre anterior. De acordo com o estudo, o resultado foi suavizado pela “brusca queda da taxa de câmbio durante o período que variou em seus extremos cerca de 15%”. Já em relação ao mesmo período de 2008, houve queda de 7,2% no volume comercializado e de 24,2% no faturamento.

Ainda segundo o documento divulgado pelo IBGE, o abate de frangos caiu 2,4% no segundo trimestre se comparado ao trimestre anterior. Em relação ao período que vai de abril a junho de 2008, houve elevação de 3,8%. No primeiro trimestre deste ano, foram abatidas 1,168 bilhão de unidades de frango.

A atividade teve maior expressão na Região Sul (60,1%): o Paraná foi o estado que respondeu pelo maior volume de abate (26,5%).

As exportações de carne de frango tiveram aumento de 16,1% em volume e de 28,0% em faturamento quando comparadas ao trimestre anterior.

O estudo revela, ainda, que o abate de suínos teve variações positivas tanto entre os dois primeiros trimestres (4,6%), como na comparação com o trimestre anterior (3,6%), totalizando 7,588 milhões de unidades.

A atividade ficou concentrada na Região Sul (67,4%), principalmente em Santa Catarina (27,9%). A comercialização externa de carne suína aumentou 20,9% em volume, em relação ao primeiro trimestre do ano, e de 14,6% no faturamento.

Os dados relativos à captação e industrialização do leite revelam que os estabelecimentos industriais adquiriram 4,285 bilhões de litros no segundo trimestre de 2009. Esse resultado mostra queda de 8,7% em relação ao mesmo período de 2008, e de 13,6% em relação ao trimestre anterior. Minas Gerais foi o estado com maior volume de aquisição (26,4% do total).

A produção de ovos de galinha somou 580,832 milhões de dúzias. Houve aumento de 2,2% em relação ao mesmo período do ano passado e estabilidade na comparação com o trimestre anterior. São Paulo se mantém na liderança da produção nacional, tendo sido responsável por 31,3% do total.

Por último, o estudo revela que houve queda de 18,5% na aquisição do couro cru bovino na comparação com o mesmo período de 2008. Já em relação ao trimestre imediatamente anterior foi registrado aumento de 5,7%. A atividade totalizou 8,139 milhões de unidades entre os meses de abril e junho. São Paulo liderou o ranking nacional de comprador de couro, ficando com 19,9% do total.



Edição: Lílian Beraldo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)