Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/03/2006 20:00

Abaixo-assinado para Juizado tem 1200 adesões na Capital

Campo Grande News/ Paulo Fernandes

A Articulação de Mulheres de Mato Grosso do Sul já conseguiu, somente em Campo Grande, cerca de 1.200 assinaturas em prol da aprovação do Projeto de Lei 4559/04, que cria o Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. No Estado, as assinaturas também estão sendo colhidas em Dourados, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante e Corumbá, conforme a cientista social Valéria Monte Serrat. O movimento pela aprovação da proposta é nacional.


A mobilização pela criação do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher surgiu em 2004, segundo Valéria, através de um levantamento nacional das políticas públicas para a mulher. No mesmo ano, o projeto de lei foi criado.

Valéria diz que o Poder Judiciário se colocou contra a criação do Juizado. “Há uma grande pressão do Judiciário porque eles acham que o Juizado de Pequenas Causas dá conta de avaliar esses casos de violência, mas o que vemos é que as punições contra os agressores têm sido pequenas”, afirmou. Pesquisas apontam que a cada quatro segundos uma mulher é vítima de violência no Brasil.

Quem quiser colaborar com o abaixo-assinado pode escrever para valeryms@gmail.com ou telefonar para (67) 3386-4163.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)