Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/05/2008 13:01

Abaixo-assinado colhe adesões para mudança de fuso em MS

Renato Lima/Campo Grande News

Na esquina da rua Barão do Rio Branco, com a 14 de Julho, o movimento para compras do Dia das Mães não rende só aos comerciantes. Grupos que defendem a mudança de fuso horário de Mato Grosso do Sul aproveitaram o dia para colher adesões ao abaixo-assinado em favor da alteração para o horário de Brasília.

A intenção é colher 30 mil assinaturas na capital. O balanço parcial, segundo o vereador Athayde Nery, que organizou a mobilização neste sábado, é de 8.792 adesões já confirmadas, entre elas a do prefeito Nelson Trad Filho, garantiu.

Também serão montados postos de coleta na Praça Ari Coelho, na terça-feira será no Terminal Morenão, na quarta-feira no terminal General Osório, na quinta novamente no Centro, na sexta no terminal Bandeirantes e no sábado mais uma vez no Calçadão da Barão.

Segundo Athayde, a iniciativa foi por motivos óbvios: saber se a população é favorável ou contra a proposta, já que setores econômicos, técnicos e políticos já se manifestaram de forma positiva.

Depois de fechado, o abaixo-assinado será entregue aos senadores sul-mato-grossenses: Valter Pereira (PMDB), Delcídio do Amaral (PT) e Marisa Serrano (PSDB). Uma proposta com esse teor já foi apresentada por Delcídio para apreciação no Congresso.

O projeto iguala o fuso horário de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso aos das regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Hoje, a diferençaé de uma hora a menos em relação à de Brasília.

Apoio - A estudante Luciana Borges, de 23 anos, foi ao centro da cidade comprar o presente para a mãe e fez questão de parar para participar da mobilização. “Sou a favor da mudança do fuso. Eu já morei em Florianópolis que tem o horário igual ao de Brasília e é muito bom, por isso eu quis dar meu nome no abaixo assinado”.

Para o funcionário público federal, José Hilton, de 42 anos, foi “a programação da televisão” que o levou a assinar o documento. “Quero que o horário de Mato Grosso do Sul fique igual ao de São Paulo, assim os programas da TV também ficarão no mesmo horário”, justifica.

“Acho que a mudança do fuso vai ser boa para a economia do estado” argumentou a dona-de-casa, Cláudia Freitas, de 31 anos. Ela não sabia do abaixo-assinado no centro da capital, mas parou pra ouvir os argumentos e decidiu adicionar o nome dela.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)