Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

09/10/2003 07:58

A sétima etapa do Brasileiro de Motovelocidade

CBM

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade entra na fase decisiva com a disputa da sétima etapa, dias 11 e 12 de outubro, no Autódromo Internacional de Pinhais, região metropolitana de Curitiba (PR). Por enquanto, apenas a categoria 125 Junior está definida. Nas demais, 125 4T, 250cc, 500 e Supersport, os títulos podem ser decididos a partir das corridas no Paraná.

Na 125 4 Tempos, desde da primeira etapa a categoria tem apresentado excelentes disputas. O “veterano” João Nivaldo Girão venceu três vezes e aparece na liderança, com 114 pontos, dois acima do brasiliense Alexandre Louza Peres, com 112. Para Girão, que compete há mais de 20 anos, esta é a oportunidade de conquistar seu primeiro título. “Preciso de uma vitória para chegar mais próximo do meu maior sonho”, revela o piloto.

Já Alexandre Louza pretende frustrar o sonho de Girão. “Sei que ele é um piloto experiente e conhece muito de pilotagem, mas o nível está equilibrado e tenho certeza que também posso lutar por este título”, conclui o piloto. Na terceira posição aparece Willian Pontes, atual campeão da categoria, com 105 pontos. O paranaense Fabio Peason é o quinto colocado, com 73 pontos.

Empatados – Criada a partir da segunda etapa, o público paranaense terá a oportunidade de acompanhar a acirrada briga da 250cc. Nesta categoria três pilotos da região centro-oeste têm chances de ser o campeão. A liderança é do brasiliense Luiz Gustavo de Mendonça, que após vencer duas vezes soma 86 pontos. A segunda colocação está dividida entre o goiano Frederico Inácio e o brasiliense Lázaro Junior, empatados em 61 pontos.

O goiano Edson Morales começou a temporada 2003 com vitória em Curitiba, mas sua campanha rumo ao título foi interrompida pelo atual campeão da categoria, o paulista Paulo Santos após duas vitórias. Porém, na última etapa Morales voltou a ocupar o primeiro lugar na classificação geral, somando 107 pontos. “De volta a Curitiba, quero repetir o mesmo resultado da primeira etapa. Sei que trata-se de uma missão difícil, mas não impossível”, comenta o piloto, que soma apenas cinco pontos de vantagem em relação paulista Leandro Panades, segundo colocado, 102.

Pensamento positivo – Ser campeão numa categoria já é difícil, imagine lutar pelo bicampeonato. Para o paulista Gilson Scudeler esta batalha tem sido árdua e penosa. Sobretudo considerando os problemas enfrentados pelo piloto. Na primeira etapa teve problemas mecânicos, na quinta faltou combustível e na sexta etapa um pneu murcho comprometeu seriamente o trabalho do piloto.

Graças a três vitórias, Gilson alimenta esperanças de conquistar o título da categoria Supersport. “Acredito que minha cota de azar esteja esgotada! Espero apenas bons resultados desta etapa”, diz Gilson.

Já para César Barros, que lidera a categoria com 123 pontos, a principal meta é manter a vantagem obtida na última etapa. “Terei muito trabalho nesta etapa. Além do Gilson, outros adversários como Wesley Gutierrez e Adilson Cajuru, já prometeram uma perseguição acirrada”, explica.

Na Supersport B a primeira colocação é do paulista Marcelo Mistrorigo, com 118 pontos, seguido pelo conterrâneo Pierre Chofard, com 104.

Confira a classificação do Campeonato após seis etapas:

125cc
João Nivaldo Girão (Cms/Xbrazil/Mantua/Mobil) – SP - 114 Pontos
Alexandre Louza Peres (Podium/Riffel/Sarachu/Bmr) - DF - 112
Willian Pontes Andrade (Satélite Motos/Pamonha Pura/Careli/Per) - DF - 105
Lazaro Junior (Satélite Motos/F.Fernandes) – DF - 77
Fabio Peason (Motopark/Anestevel/Auto Posto Maçarico) – PR - 73

125 Júnior
Gilson Romani Pessoa Filho (Brasília Motor Racing/Riffel/Podium) – DF - 140 pontos
Felipe Garcia Oliveira Silva (Canopus/Riffel/Sarachu/Mbr) - DF - 103
Philippe Braga Thiriet (Vaz/Motul/Motocity/Pirelli/Team Scud) - MG - 90
Luiz Carlos Pinto Da Silva Neto (Moto Classe Honda) - RJ - 82
Felipe Del Bosco Tardim (Riffel/Brasília Motor Racing) - DF - 53

250cc
Luiz Gustavo Soares De Menonça (Vmann/Motul) - DF - 86 pontos
Frederico Inácio De Almeida (Reis Peças/Moto Aires) - GO - 61
Lazaro Junior (Satélite Motos/F.Fernandes) - DF - 61
Bruno Caldas (Centermotos/Tanalot) - SP - 52
Rafael Paschoalin (Sv Labs/Revista Motociclismo) - SP - 49

500cc
Edson Morales (Motolimogi/Motor Jet) - GO - 107 pontos
Leandro Panades (Panades Racing Team) - SP - 102
Paulo Santos (Vaz/Andorra/Kawazaki/Castrol/Pirelli) - SP - 83
Alecsandre Brieda De Grandi (Levorin/Moto Remaza/Bieffe/Riffel) – PA - 66
Milton Nicola Adjib Junior (Nau capacetes ) - SP - 58

Supersport
Cesar Barros (Vaz Racing) - SP - 123 pontos
Gilson Scudeler (Vaz/Kawasaki/Castrol/Pirelli/Andorra) - SP - 101
Adilson Zaccari Magalhães (Honda/Mobil/Matsuo/Pirelli) - SP - 97
Hilaire Damiron (Full Power/Motul/Duas Rodas) - SP - 64
Wesley Bertoni Gutierrez (Alemao Rodas/Michelin) - PR - 64

Supersport B
Marcelo Mistrorigo (Netcompany/Spiga Racing/Motos Racing) - SP - 118 pontos
Pierre Chofard (Alemao Rodas/Clube Da Moto) - SP - 104
Rodrigo Rossi (Spiga Racing) - SP - 88
Jadson Pina Laurett (Street Racer/Bitway) - ES - 50
Dennis Iacono Garone (Spidi/Osram) - SP - 49

Serviço:

Dia das Crianças – Em comemoração ao Dia da Criança, a garotada até 14 anos de idade, que for assistir as provas da 7ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade no próximo dia 12, terão entrada franca. Para os maiores, o ingresso custa R$ 5,00 e estará à venda nas bilheterias do Autódromo a partir do dia 1ª de Outubro, das 9h às 17h. – Rua Irai, 16 – Pinhais – tel (41) 667 3636.

O Autódromo conta ainda com estacionamento para 1.800 veículos e custará R$ 5,00 o período por tempo indeterminado.

Programação

Horários


Secretaria de Prova:
Sexta feira: Das 10h às 18h
Sábado: Das 8h00 às 9h
Vistoria Técnica:
Sexta-feira – Das 10h às 18h
Sábado – 8h00 às 09h

Sábado

Treinos livres
Das 9h10 às 13h10
Treinos cronometrados
Das 14h às 16h30

Domingo

Warm Up
Das 9h às 10h30

Horários das corridas

250cc: 11h30 – 13 voltas
125cc: 12h45 – 12 voltas
500cc: 14h00 – 16 voltas
SSp: 15h15 – 20 voltas

Site oficial CBM: www.cbm.esp.br

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem patrocínio da Honda, Mobil. Co-patrocínio da Riffel, Pirelli e Ladro.



Ricardo Ribeiro/Idário Araújo
VipComm Assessoria de Imprensa
CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Setembro de 2020
Quarta, 23 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)