Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/11/2009 06:37

A quantidade de pontos facultativos em 2010

Agência do Rádio

O governo federal divulgou, nessa segunda-feira, uma portaria que enumera e prevê as datas de recesso para órgãos e entidades da administração pública no ano que vem. Ao todo, estão previstos 16 dias de recesso no serviço público, entre feriados nacionais e pontos facultativos. O professor de economia da Universidade de Brasília, Roberto Piscitelli, explica que os recessos podem aquecer vários mercados brasileiros.


"Isso é uma coisa muito relativa e muito antiga porque é preciso ver que quando ocorrem feriados algumas atividades cessam, são interrompidas, suspensas, e outras ficam mais aquecidas, ou seja, há um maior interesse em outras atividades, principalmente ligadas às áreas de turismo, que fazem com que as pessoas se desloquem e consumam. E, portanto provoquem o aquecimento de certos ramos de atividades."

Para Roberto Piscitelli, o problema não é a quantidade de recessos num ano, mas sim os feriados voltados para setores específicos, como o Dia do Servidor, em que folgam apenas os trabalhadores de órgãos públicos, e o Dia da Justiça, que beneficia somente os funcionários de tribunais. Em relação aos feriados que caem no meio da semana, o professor de economia da UNB acredita na aprovação do projeto de lei número sete, sete quatro de dois mil e três, que tramita no Senado.


"Se eles forem transferidos para segunda ou sexta-feira, as pessoas vão poder se programar melhor, vão poder viajar, não vai ficar aquela dúvida, aquela incerteza, isso vai estimular as atividades todas relacionadas ao turismo, que em alguns países do mundo é uma das atividades mais importantes do ponto de vista econômico. Não só quanto à dinamização da economia internamente, como até na obtenção de divisas. O Brasil explora pouco, explora mal o turismo."

Roberto Piscitelli critica os feriados distritais e municipais. De acordo com o economista, muitas vezes esses recessos são criados por pressões políticas ou por razões eleitoreiras e que acabam atrapalhando o trabalho de órgãos federais e estaduais. Para ele, é preciso definir critérios para a criação de recessos em função de dias comemorativos.

Reportagem, Fabiana Pelles









Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)