Cassilândia, Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

Últimas Notícias

18/03/2009 19:53

A notícia da TV Morena sobre Fivela

Anderson Viegas, TV Morena

A assessoria de imprensa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome informou nesta quarta-feira (19) que a família do presidente da Câmara de Vereadores de Cassilãndia, Rosemar Alves de Oliveira (DEM), não recebeu o benefício do Programa Bolsa Família, quando ele estava no exercício do mandato, como denunciou um morador da cidade na segunda-feira (16), ao próprio Legislativo municipal.

Segundo o Ministério, o benefício do Bolsa Família, que estava em nome da esposa do vereador, Rosemar Barbosa Fernandes, no valor de R$ 122, foi pago nos últimos quatro meses do ano passado: setembro, outubro, novembro e dezembro e cancelado oficialmente no dia 30 de janeiro, sendo que o pagamento do primeiro mês deste ano, quando ele foi empossado no cargo, não foi sacado.

As informações do Ministério corroboram com as declarações que o presidente da Câmara deu nesta terça-feira (17) ao Portal TV Morena, em que ele diz que sua esposa se cadastrou no programa do governo federal em razão das dificuldades financeiras que a família passava e que o benefício foi cancelado no início deste ano, quando ele assumiu o mandato no Legislativo.

“Logo depois fui eleito e pedimos para cancelar o benefício, como atesta um certidão que foi emitida pela Secretaria Municipal de Bem Estar Social datada do dia 8 de janeiro deste ano. Então essa denúncia não procede. Não tem fundamento nenhum”, disse o vereador, completando que a acusação teria motivações políticas e que pretende processar o autor da denúncia por calúnia e difamação.

A data do cancelamento do pedido de cancelamento do benefício também foi confirmada nesta quarta-feira pela secretária de Bem Estar Social de Cassilândia, Márcia Azambuja, como sendo 8 de janeiro. Ela disse ainda não saber como explicar que o nome do vereador e de sua esposa apareceram em um suposto relatório de beneficiários de programas sociais do governo federal, que seria datado de 27 de fevereiro deste ano, sendo que o benefício tinha sido cancelado mais de um mês antes. “Esse tal relatório é da Caixa Economica (CEF), então é com eles. O que eu sei é do cancelamento que eu assinei em janeiro deste ano”, comentou.

A denúncia

A denúncia, protocolada na própria Câmara de Vereadores de Cassilândia, foi apresentada na segunda-feira (16), por Paulo Cesar Ramos, um morador da cidade. Em um documento de quatro páginas, ele pedia o afastamento do Oliveira de suas funções, por improbidade administrativa e falta de decoro parlamentar.

Ramos, anexou a sua denúncia um suposto relatório da Caixa Econômica Federal, que seria datado do dia 27 de fevereiro deste ano, em que aparece o nome da esposa do presidente da Câmara, Rosemar Barbosa Fernandes, o do próprio vereador, Rosemar Alves de Oliveira, e o de suas três filhas, de 10,8 e 6 anos, como beneficiários dos programas sociais do governo federal.

Comprovada que foi infudada a denúncia de que sua família receberia o benefício quando o vereador já estava no exercício do cargo, o Ministério do Desenvolvimento Social pretende apurar se no período em que o benefício foi pago a família estava realmente enquadrada nos critérios do programa social.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 26 de Maio de 2017
Quinta, 25 de Maio de 2017
13:00
Dicas de segurança
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)