Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/03/2009 19:53

A notícia da TV Morena sobre Fivela

Anderson Viegas, TV Morena

A assessoria de imprensa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome informou nesta quarta-feira (19) que a família do presidente da Câmara de Vereadores de Cassilãndia, Rosemar Alves de Oliveira (DEM), não recebeu o benefício do Programa Bolsa Família, quando ele estava no exercício do mandato, como denunciou um morador da cidade na segunda-feira (16), ao próprio Legislativo municipal.

Segundo o Ministério, o benefício do Bolsa Família, que estava em nome da esposa do vereador, Rosemar Barbosa Fernandes, no valor de R$ 122, foi pago nos últimos quatro meses do ano passado: setembro, outubro, novembro e dezembro e cancelado oficialmente no dia 30 de janeiro, sendo que o pagamento do primeiro mês deste ano, quando ele foi empossado no cargo, não foi sacado.

As informações do Ministério corroboram com as declarações que o presidente da Câmara deu nesta terça-feira (17) ao Portal TV Morena, em que ele diz que sua esposa se cadastrou no programa do governo federal em razão das dificuldades financeiras que a família passava e que o benefício foi cancelado no início deste ano, quando ele assumiu o mandato no Legislativo.

“Logo depois fui eleito e pedimos para cancelar o benefício, como atesta um certidão que foi emitida pela Secretaria Municipal de Bem Estar Social datada do dia 8 de janeiro deste ano. Então essa denúncia não procede. Não tem fundamento nenhum”, disse o vereador, completando que a acusação teria motivações políticas e que pretende processar o autor da denúncia por calúnia e difamação.

A data do cancelamento do pedido de cancelamento do benefício também foi confirmada nesta quarta-feira pela secretária de Bem Estar Social de Cassilândia, Márcia Azambuja, como sendo 8 de janeiro. Ela disse ainda não saber como explicar que o nome do vereador e de sua esposa apareceram em um suposto relatório de beneficiários de programas sociais do governo federal, que seria datado de 27 de fevereiro deste ano, sendo que o benefício tinha sido cancelado mais de um mês antes. “Esse tal relatório é da Caixa Economica (CEF), então é com eles. O que eu sei é do cancelamento que eu assinei em janeiro deste ano”, comentou.

A denúncia

A denúncia, protocolada na própria Câmara de Vereadores de Cassilândia, foi apresentada na segunda-feira (16), por Paulo Cesar Ramos, um morador da cidade. Em um documento de quatro páginas, ele pedia o afastamento do Oliveira de suas funções, por improbidade administrativa e falta de decoro parlamentar.

Ramos, anexou a sua denúncia um suposto relatório da Caixa Econômica Federal, que seria datado do dia 27 de fevereiro deste ano, em que aparece o nome da esposa do presidente da Câmara, Rosemar Barbosa Fernandes, o do próprio vereador, Rosemar Alves de Oliveira, e o de suas três filhas, de 10,8 e 6 anos, como beneficiários dos programas sociais do governo federal.

Comprovada que foi infudada a denúncia de que sua família receberia o benefício quando o vereador já estava no exercício do cargo, o Ministério do Desenvolvimento Social pretende apurar se no período em que o benefício foi pago a família estava realmente enquadrada nos critérios do programa social.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)