Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

01/03/2013 17:02

A mulher e a síndrome do papel toalha

*Márcia Luz

Foi-se o tempo em que a função das mulheres na sociedade era restrita ao lar. Hoje, deixaram de ser coadjuvantes e passaram a assumir um papel cada vez mais ativo na sociedade, onde comandam grandes empresas e até mesmo países. Apesar disso, as funções domésticas e as responsabilidades na família ainda são quase que exclusivamente delas.

Mas será que a mulher consegue conciliar a jornada de trabalho com as tarefas domésticas e ainda ser boa esposa, mãe e indivíduo? Dificilmente. A mulher do século XXI sofre tanto com essa sobrecarga de papeis que acaba se esquecendo de cuidar do principal, que é si mesma. Essa falta de tempo se reflete na saúde feminina e, aliada a uma avalanche de responsabilidades, acarreta em uma maior predisposição a doenças, como as cardiovasculares, a endometriose e a fibromialgia. Isso sem contar todas as outras complicações causadas pelo estresse.

Posso utilizar um exemplo que traduz bem esse quadro e que sempre acontecia comigo: uma mulher e sua filha lavam as mãos em um banheiro de um shopping, e a mãe, zelosa e cuidadosa, pega o papel para a filha enxugar as mãos, antes mesmo de enxugar as suas. Sua intenção é das melhores, mas a filha acaba recebendo o papel molhado, já que a mulher deixou para secar as suas mãos por último. O que deve ser percebido é que, se a mãe secasse suas mãos antes, acabaria cuidando melhor de sua filha, mesmo que não a colocando em primeiro plano, e esse é o grande segredo.

Parece clichê, mas a partir do momento em que a mulher se coloca como prioridade, ela tem sua autoestima elevada e consegue se dedicar de maneira muito mais completa em todas as áreas de sua vida. Dessa forma, é mais provável que alcance o sucesso, seja no aspecto que for.

São por todos esses motivos que as mulheres devem, sim, dedicar um tempo para suas atividades de lazer, descanso e bem-estar. Pois além de cuidar de sua saúde, vai garantir que todos aqueles à sua volta enxuguem as mãos com folhas de papel secas.

*Marcia Luz é psicóloga, pós-graduada em Administração de Recursos Humanos, especializada em Gestalt-terapia e mestre em Engenharia de Produção. Autora dos livros Lições que a Vida Ensina e a Arte Encena, Outras Lições que a Vida Ensina e Arte Encena, Construindo um Futuro de Sucesso e Agora é Pra Valer, também atua como coach executiva e pessoal formada pelo ICI (Integrated Coaching Institute), com curso certificado pelo ICF (International Coaching Federation). É Sócia-presidente da Plenitude Soluções Empresariais Ltda.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Janeiro de 2017
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)