Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

08/04/2005 08:22

A homilia lida pelo cardeal Ratzinger no funeral do Papa

"'Siga-me.' O Senhor Altíssimo disse essas palavras a Pedro. Foram suas últimas palavras a seu discípulo, escolhido para pastorear seu rebanho. 'Siga-me' --essa frase lapidar de Cristo pode ser tomada como a chave para compreender a mensagem que chega a nós da vida do nosso amado papa João Paulo 2º. Hoje enterramos seus restos na terra como uma semente da imortalidade --nossos corações estão cheios de tristeza, ainda que, ao mesmo tempo, de alegre esperança e profunda gratidão.

Estes são os sentimentos que nos inspiram, irmãos e irmãs em Cristo, aqui presentes na praça São Pedro, nas ruas vizinhas e em vários outros lugares, dentro da cidade de Roma, onde uma multidão imensa, silenciosamente rezando, se reuniu nos últimos dias. Agradeço a todos vocês de coração. Em nome do colégio de cardeais, também expresso meus respeitos aos chefes de Estado, chefes de governo e às delegações de vários outros países. Agradeço às autoridades e aos representantes de outras igrejas e comunidades cristãs, e igualmente àqueles de outras religiões. Em seguida, agradeço aos arcebispos, bispos, padres, homens e mulheres religiosos e fiéis que vieram aqui de todos os continentes, especialmente os jovens, a quem João Paulo 2º gostava de chamar de futuro e esperança da igreja. Meus agradecimentos se estendem, também, a todos aqueles no mundo todo que se uniram a nós através do rádio e da televisão nesta celebração solene do funeral de nosso Santo Padre.

Siga-me --enquanto um jovem estudante, Karol Wojtyla se emocionava com literatura, teatro e poesia. Trabalhando em uma indústria química, cercado e ameaçado pelo terror nazista, ele ouviu a voz do Senhor: Siga-me! Nesse extraordinário cenário, ele começou a ler livros de filosofia e teologia e então entrou no seminário clandestino estabelecido pelo cardeal Sapieha.

Depois da guerra ele pôde completar seus estudos de teologia na Universidade de Cracóvia. Freqüentemente, em suas cartas a padres e em seus livros autobiográficos, ele nos falou sobre sua ordenação, que aconteceu em 1º de novembro de 1946. Nesses textos, eles interpreta seu sacerdócio fazendo referência a três ditos do Senhor em particular.
O primeiro: Vós não fostes os que me escolhestes a mim, mas fui eu que vos escolhi a vós e o que vos constituí para que vades e deis fruto, e para que o vosso fruto permaneça' (João, 15:16). O segundo dito é: 'O Eu sou o bom pastro. O bom pastor dá a vida pelo seu rebanho' (João, 10:11). E por fim: 'Como meu pai me amou, assim vos amei eu. Permanecei no meu amor' (João, 15:9). Nesses três ditos vemos o coração e a alma do nosso Santo Padre. Ele foi a todos os lugares, de modo incansável, a fim de gerar um fruto, um fruto que dure. "Levantai-vos, Vamos", é o título de um de seus últimos livros . "Levantai-vos, Vamos" --com essas palavras ele nos tirou de uma fé letárgica, do sono dos discípulos de ontem e de hoje. "Levantai-vos, Vamos", ele continua a nos dizer ainda hoje. O Santo Padre foi um padre até o fim, pois ofereceu sua vida a Deus por seu rebanho e por toda família humana, em um ritual diário a serviço da igreja, especialmente em meio aos sofrimentos dos últimos meses. E deste modo ele se tornou um com Cristo, o Bom Pastor que ama seu rebanho. Finalmente, 'permanecei no meu amor': o papa que tentou encontrar a todos, que tinha a habilidade de perdoar e abrir seu coração a todos, nos diz mais uma vez hoje, com essas palavras do Senhor, que, ao perseverar no amor de Cristo aprendemos, na escola de Cristo, a arte do verdadeiro amor."


Fonte: Folhaonline

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 18 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)