Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/09/2005 10:11

A homenagem de Manoel Afonso a Nelson Oliveira

Manoel Afonso

NELSINHO. VEIO... VIU E VENCEU. ELE MERECE!
“Nem todos os caminhos são para
todos os caminhantes.” (Goethe)

“Muitos amigos não sabem o quanto são amigos...amigos você não conhece. Você reconhece”, dizia Vinicius de Moraes. Do Nelsinho posso falar de cátedra. Nossa amizade vem de muito longe; vem dos sonhos e das horas de conquistas, de perdas, de dúvidas e de companheirismo. É amizade que brota como água no pé da serra, não seca nunca; é como figueira em coqueiro bacuri, em mourão de porteira: enraíza e não sai mais, faça chuva, faça sol.
Quando disse ao Girotto que estava escrevendo uma crônica para homenagear o Nelsinho, ele ponderou na hora: “Ele merece!” Com isso, acendeu a luz e mudei o título provisório, acrescentando sua expontânea frase. Aliás, como meu jornalismo é no pulsar do coração, tento resumir o que penso e sinto desde o título, que é a síntese do texto.
Quando visitamos Cassilândia, ainda em 1973, à convite dos irmãos Cemi e Celso, conhecemos o Nelsinho, que nos deu uma injeção de ânimo. Conversamos com ele e notei: era uma pessoa popular e aberta a um bom papo sobre os mais variados assuntos e que tinha uma visão otimista da região.
Conversar com o Nelsinho era compromisso diário obrigatório, quer no Banco Real, no Bemat, no escritório ou no antigo Bar do Raulino. As notícias do dia a dia da comunidade eram dissecadas e iam da política ao futebol. Como todo bom Corinthiano é fanático e ponto final! Nem mais e nem menos.
Essa amizade sadia gerou laços recíprocos gratificantes. Ele sempre nos participava de decisões importantes. Foi assim quando deixou o escritório do saudoso Dario , para montar o seu próprio negócio, quando pretendeu se casar e quando comprou seu primeiro imóvel rural. Enfim, acompanhamos de perto sua trajetória de garra, de quem não esmorece rumo às conquistas. Foi assim na profissão e no contexto social da sociedade – da qual sempre participou.
Ir à Cassilândia e não falar com o Nelsinho é como ir à Roma e não ver o Papa. Na última vez, matamos a saudade do ontem, e comemoramos o presente, do qual não se cansa de agradecer a Deus. Casado, apaixonado pela Lizieux, conseguiu dar formação excepcional aos dois filhos, uma médica e um juiz de direito. Aliás, quando fala deles, seus olhos brilham e ele se transforma! Reconhece que ambos tem sido motivos de referência e orgulho inclusive. Afinal, nos tempos atuais, preparar os filhos para a vida tão competitiva não é tarefa fácil.
Mas nosso homenageado, reconhece que está com o “burro na sombra”, e que os tempos difíceis ficaram para trás, mas nem por isso perde a motivação para o trabalho e melhora de sua qualidade de vida.
Como se diz: o Nelsinho é o cara que nos aprendemos a gostar exatamente como é. Ele, sempre foi generoso e autêntico em suas manifestações. Jamais adotou a hipocrisia. O Nelsinho, não orgulha apenas seus familiares. Orgulha a todos nós que pertencemos ao seu círculo de amizade. Orgulha a cidade, que ele adotou como sua, à qual dá sua parcela de contribuição há mais de trinta anos.
O Nelsinho, pode andar de cabeça erguida, sem medo, porque cumpriu com todos os deveres de um bom cidadão. Ele, é do bem! Merece essa homenagem, meu abraço e um beijo no coração.

(O Autor é comentarista da TV-Record-MS.)



























Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)