Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/02/2008 15:47

A história de Pepe na Seleção; jogador de um time só

CBF News

Pepe não reclama da sorte. Nem poderia. Com currículo marcante, de 93 títulos conquistados pela Seleção Brasileira e pelo Santos - o único clube em que atuou - ele ainda exibe a façanha de, como ponta-esquerda, ter marcado 405 gols em 750 jogos. Ele é o segundo maior artilheiro da história do clube da Vila Belmiro.

- Costumo brincar que sou o maior artilheiro do Santos. Não vale comparar com o Pelé.

Na Seleção Brasileira, ocupando uma posição em que a principal tarefa eram as jogadas de linha de fundo e os cruzamentos para os companheiros concluírem, os números também são expressivos: 22 gols em 41 jogos. Pepe foi, portanto, um jogador vitorioso. Faltou ser titular nas Copas do Mundo de 1958 e 1962, em que foi reserva de Zagallo, sem ter jogado uma única partida.

- Ser bicampeão mundial sem ter entrado em campo foi chato. Ainda mais que na preparação para as duas Copas eu tinha tudo para ser titular, mas acabei me machucando. Isso sem tirar o mérito do Zagallo, é bom que fique claro.

Em 1958, obrigado a extrair vários dentes, como conta, Pepe ficou de fora dos treinos iniciais e de três amistosos. No quarto, no dia 18 de maio, no jogo de despedida contra seleções, marcou um dos três gols na vitória do Brasil sobre a Bulgária por 3 a 1.

- Três dias depois, jogamos contra o Corinthians, no Pacaembu, e marquei dois gols na goleada de 5 a 0. Joguei o tempo inteiro e logo depois embarcamos para a Suécia.

Na viagem para a Suécia, houve uma parada na Itália, para dois amistosos contra Fiorentina e Internazionale - o Brasil venceu os dois jogos por 4 a 0. No primeiro, contra a Fiorentina, em Florença, marcou dois gols. Continuou com titular, mas do segundo, contra o Internazionale, em Milão, não gosta de lembrar.

- Foi o jogo que me tirou da Copa, O ponta-direita do Internazionale me pegou por trás, no pé de apoio, e eu tive uma forte torção no tornozelo esquerdo. Segui a viagem para a Suécia de chinelo, de tão inchado que o pé ficou.

Zagallo entrou no lugar de Pepe no amistoso contra o Internazionale, também marcou o seu gol, e ficou com a posição. Pepe só foi recuperar-se para a partida da semifinal contra a França, quando o time já estava definido.

Em 1962, a história se repetiu. Pepe foi titular na maioria dos amistosos preparatórios, mas uma contusão no joelho na reta final levou-o de novo à reserva.

Pelo Santos, Pepe também foi bicampeão - mundial e da Libertadores. E aí jogou todas as partidas, teve participação fundamental, como no segundo jogo da decisão de 1963 contra o Milan, no Maracanã, em que marcou dois gols de falta na vitória por 4 a 2.

- Foram dois gols parecidos. O chute pegou bem, o goleiro do Milan nem viu a bola passar.

O chute violento era a grande arma de Pepe. Tanto que ficou conhecido como o Canhão da Vila. Pepe conta que começou nas divisões de base do Santos como meia-esquerda e depois passou para a ponta-esquerda. Foi quando aprimorou a força do chute, que já era uma habilidade natural.

- Chutar forte foi um dom, desde garoto foi assim. Mas quando passei para a ponta-esquerda, treinei mais, consegui chutar mais forte ainda.

Para tanto contribuiu o aprendizado com Jair da Rosa Pinto, com quem formou um dos famosos ataques do Santos: Dorval, Jair, Pagão, Pelé e Pepe.

- Aprendi muito com o Jair. Além de chutar forte, ele punha uma curva na bola, o que tornava a cobrança indefensável.

Encerrada a carreira no Santos, em 1969, Pepe foi treinador, também vitorioso, inclusive na Vila Belmiro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)