Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/01/2007 07:47

A crônica do Corino - Teorebas

Corino Rodrigues Alvarenga
Cassilândia NewsCassilândia News

Eu tenho o costume de chamar de teoreba toda e qualquer teoria de decoreba, isto é, aquela que todo mundo sabe como funciona, ou melhor, como não funciona.
É esta a impressão que eu tenho do tal Pac – o Plano de Aceleração do Crescimento, lançado na segunda-feira pelo presidente Lula.
O Fernando Henrique lançou, em seu governo, o simpático Avança Brasil, cujo resultado todo mundo sentiu na pele. Foi aí que eu cheguei à conclusão que quem avança é cachorro.
O Pac já é estranho no nome: Aceleração do Crescimento. Não soa bem. Primeiro que o Brasil não tem o que acelerar em crescimento nem que retomar o crescimento. O Brasil precisa, a grosso modo, é começar a crescer.
Para você acelerar um carro, é preciso que ele já esteja andando, em movimento. O Brasil me parece um carro paralisado, em que o motorista – no caso, o presidente – está permanentemente com o pé no freio. Ou pés.
O Partido dos Trabalhadores tinha em seu programa de governo duas fases definidas em sua política social. A primeira seria a das medidas emergenciais, com prazo estabelecido de 18 meses, em que o Bolsa-Escola, transformado em Bolsa-Família depois, só ficaria em vigor um ano e meio, como um atendimento emergencial às famílias mais carentes, até a implantação da segunda fase, a das medidas estruturais.
Qualquer um pode pesquisar isso pela internet. Está lá no programa de governo do presidente Lula. E do PT, claro.
Mas o que o presidente percebeu? Certamente aconselhado pelo marqueteiro Duda Mendonça e pelo aspone Zé Dirceu, Lula percebeu que estava bem nas pesquisas, que o Bolsa-Família daria votos – como deu mesmo para a sua reeleição, no ano passado – e esqueceu as tais medidas estruturais, dando continuidade às tais medidas emergenciais com a sua esmola vexatória, que humilha, que incentiva a preguiça.
Luiz Gonzaga já sabia disso, quando afirmou: \"mas doutor, uma esmola pra um homem que é são, ou lhe mata de vergonha, ou vicia o cidadão.”
Eu votei em Lula por ser um contraponto ao neoliberalismo. Mas hoje percebo que Lula implantou uma espécie de neoliberalismo vermelho, nem socialista, nem capitalista.
O Brasil precisa de outra fórmula mais realista, em que teríamos que dar outro significado à sigla Pac- Programa Ação Concreta.
E não apenas um plano. Plano é coisa de quem não faz. O Brasil não precisa de plano. Precisa de ação. Precisa de trabalho. Precisa de um governo trabalhador.

Corino Rodrigues de Alvarenga
Contato com o colunista:
corino_leia@hotmail.com

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)