Cassilândia, Sábado, 29 de Abril de 2017

Últimas Notícias

20/09/2006 07:26

A crônica do Corino - O vereador de Trambique Armado

Corino Rodrigues Alvarenga
Cassilândia NewsCassilândia News

O vereador de Trambique Armado

Nas eleições de 1988, o meu amigo Denílson Figueira do Amaral Peixoto de Carvalho Dias (ufa!), um advogado recém-formado e morador da cidade de Trambique Armado, localizada a uma distância longínqua destas terras, lançou-se candidato a vereador.
Disse-me ele à época que havia voltado à cidade do Trambique Armado depois de ter trabalhado como bancário por vários anos na capital do Estado, tendo obtido sucesso por lá a ponto de ter conseguido bancar os seus estudos na faculdade de Direito.
Fiz amizade com o advogado, pois, à época, eu fazia amizade com todo tipo de gente, sem fazer questão ou tomar o cuidado de olhar as fichas criminais e folhas corridas de quem quer que fosse. Pelo menos não tenho conhecimento se hoje mantenho amizade com algum trambiqueiro ou corrupto. Se tiver, perdoem-me, homens da lei.
O advogado lançou-se candidato a vereador. Todo mundo fazia campanha e ele, lá, quietinho; todo mundo distribuía santinhos e ele, lá, quietinho; todo mundo colava cartaz e ele, lá, quietinho; todo mundo subia no palanque, fazia discurso, ia de casa em casa e ele, lá, quietinho.
Um dia não agüentei mais ver aquilo e fui falar com o meu amigo. Falei com uma certa dose de pena diante da ingenuidade daquele amigo.
- Denílson, mexa-se, homem de Deus! Olha, Deus me livre e guarde! Você tem que fazer campanha, pois, do contrário, não vai ter nenhum voto, amigo!
- Tenho jeito pra isso, não, Corino...
- Rapaz do céu, você fez santinhos para distribuir?
- Não.
- Fez cartazes?
- Fiz não.
- Tem algum discurso aí escrito? Você é advogado, é fácil pra você escrever alguma coisa. Escreveu?
- Também não.
- E por que você não faz isso, homem?
- Tenho jeito pra isso, não...
E era um tal de não fiz isso, não, tenho jeito pra isso, não...
Fiquei com pena do meu amigo. Mas ele próprio não quis ser ajudado. Tentei de tudo que é jeito. Ligava para ele, mandava discursos lindos. Acho que escrevi uns dez. Sempre começava assim: “Povo do meu querido Trambique Armado...” Lindo, lindo. E ele? Nada. Nunca subiu num palanque, num distribuiu um único santinho, nunca colou um cartaz.
“Esse meu amigo está lascado e não vai ter talvez nem o voto da mulher”, pensei. “Acho que nele irá votar nele mesmo”, cheguei a exagerar em pensamentos.
Resumindo: abriram-se as urnas, fizeram o escrutínio e o que aconteceu?
Não deu outra: ele foi o segundo mais votado com mais de 700 votos. Só não foi o mais votado do que o presidente da Câmara de Vereadores por causa de três míseros votos.
Fiquei estupefato, boquiaberto, mais abobado que o normal, que, por sinal, não é pouco. Não acreditei. Logo após a festa da vitória, fui falar com ele.
- Parabéns, meu amigo! Quase que você foi o mais votado entre as dezenas de candidatos e...
- Pois é, amigo Corino. Não fui o mais votado. Sabe por quê? Num tenho jeito pra isso, não...
Uns dias depois, já em Cassilândia e depois de constatar o quanto eu é que fui ingênuo, recebi a informação que, para mim, soou como uma bomba.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 27 de Abril de 2017
13:24
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)