Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/11/2006 06:49

A crônica do Corino - O que é cultura?

Corino Rodrigues de Alvarenga
Cassilândia NewsCassilândia News

No Brasil, os grandes intelectuais pré-conceituam cultura musical segundo o formato Jô Soares: João Gilberto, Caetano, Tom Jobim, Blues, Jazz, Bossa Nova, Louis Armstrong, Mozart, Beethoven, Sinatra e por aí vai. A lista é vasta e traz outros nomes.
A maioria das pessoas, no entanto, confunde a terminologia cultura. Uma coisa, por exemplo, é cultura enquanto conhecimento; outra é cultura enquanto entretenimento, diversão; e bem diferente é cultura enquanto conjunto de conhecimentos de um povo.
Cultura é uma palavra vasta, ampla, abrangente, que requer maior cuidado na hora de utilizá-la por aí.
Eu, por exemplo, adoro ouvir Chico, Caetano, João Gilberto, Cazuza, Blues, Jazz, Mozart, Beethoven, Bach, Vivaldi, Tchaikovsky, etc, etc, etc e tal, tal coisa, coisa e tal.
Só que compreendo cultura como o conjunto do saber, o conjunto de tudo aquilo que aprendemos na infância ou até mesmo já no ventre da mãe.
Aprendi com o provérbio de que “em Roma, faça como os romanos”, uma vez que, quem vai a um lugar para ensinar, acaba aprendendo com a cultura local. E é lógico que a troca acaba sendo importante; aprendem-se ambos – quem chega e quem sempre esteve ali.
É por isso que defendo a música de raiz, a verdadeira música brasileira – a canção que se ouve nas roças através do rádio praticamente 24 horas por dia.
Quem quer cultura, costumo dizer, pegue um livro e leia. E mais: leia interpretando, buscando a chamada hermenêutica do vernáculo, a semântica, a eloqüência.
Quer se divertir? Quer entretenimento? Ligue o rádio. Ouça a música do seu gosto, respeitando o seu semelhante.
Quer se divertir? Quer entretenimento? Ligue o CD. Ouça Bossa Nova, Valdick Soriano, Mozart, Amado Batista. Ouça o que bem lhe agradar, respeitando o seu semelhante.
Não se busca cultura em música. Música serve para tirar você da sua vidinha dura, cotidiana e transportá-lo, por alguns instante, para um direito sagrado ao relaxamento, que eu chamo sempre de “desligar o automático”.
Eu sou sul-matogrossense caipira e adoro ouvir música cabocla, que fala de porteiras, de croas, de ribanceiras, de restingas, de pindaíbas, de espigões, de boiadas, de boiadeiros, de amores e desilusões, de atos de valentia e de ignorância, de cordéis sem concordância gramatical.
Enfim, eu adoro ouvir a Rádio Patriarca todos os dias. Logo de madrugada, antes do galo cantar. Eu amo ouvir os erres puxados, arrastados dos locutores da emissora e adoro demais da conta ouvir os causos, as histórias e estórias das roças, de um mundo imaginário e longínquo por demais.
Estou na Bahia, a uns dois mil quilômetros de Cassilândia, e me sinto tão próximo da minha terra. Ligo o rádio e sinto Cassilândia de perto, bem aqui ao lado do computador, das minhas bananeiras, dos meus pés de manga, dos meus pés de mamão, de cajus, da maracujina, dos coqueiros e dos jardins.
Cultura é isso. Cultura é amar o que está à sua volta. Cultura é fazer orações a Deus todos os dias agradecendo pelo que a gente tem e – é claro, amigo – não deixar que só Deus proverá, mas lutar, trabalhar duro, ler bons livros, fazer bons amigos; enfim ser você depois da sapiência do Criador, afinal, como dizem os baianos, Deus é mais. Cultura é viver. Cultura é amar a vida.
Se estou errado, peço perdão. E de joelhos.

Corino Rodrigues de Alvarenga
Contato com o colunista:
corinorodrigues@hotmail.com

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)