Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/02/2009 07:04

A "briga" entre MS e MT continua: veja o que diz site

A "briga" entre campo-grandenses e cuiabanos também atinge órgãos de imprensa. Ontem, a comitiva da FIFA visitou Campo Grande e depois Cuiabá. Veja o que diz o site 24 horas news sobre a visita em Cuiabá, matéria de autoria de Rubens de Souza.

Membros da FIFA e da CBF vivem "noite de gala" em Cuiabá

O bom e velho “calor cuiabano” se fez presente. Na temperatura e na animação da sua gente. A alegria contagiante de milhares que foram às ruas e a riqueza cultural efervescente, marcaram uma das noites mais importantes da capital de Mato Grosso. E se depender desses dois ingredientes, não restam maiores dúvidas: a subsede do Pantanal para a Copa do Mundo de 2014, a ser anunciada em março do ano que vem pela Federação Internacional de Futebol Associados (Fifa), juntamente com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), já tem lugar definido. É Cuiabá, a terra do calor humano, a capital do Estado que é o berço do Pantanal, terra da Chapada dos Guimarães, do Araguaia e da Amazônia.


Foi uma tarde-noite de gala. Na pista do Aeroporto Marechal Rondon, o indígena Raoni Mentikure Txucarramãe, certamente, um dos maiores líderes internacionais vivos do mundo, comandou o comitê de recepções dos homens que vão avaliar as condições técnicas de Cuiabá sediar ao menos oito partidas da Copa de 2014 como sede de grupo. Cumprimentou Ricardo Teixeira, presidente da CBF, Thierry Weil, diretor de marketing, Dick Wiles, co-chairman da empresa Match, e Fulvio Danilas gerente da Fifa e responsável pelo projeto Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.

Além deles, estão na comitiva do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014 os especialistas Joana Havelange, Rodrigo Paiva, Mário Rosa, Carlos Geraldo Langoni, Alexandre Silveira e Carlos de La Corte.

Fogos de artifício espocaram nas redondezas. Sinal de que a FIFA e a CBF iniciavam a avaliar os interesses da Capital de Mato Grosso. A manifestação multicultural de Mato Grosso seguiu com a apresentação dos índios Umontina, que realizaram a chamada “Dança das Andorinhas”, ritual que consagra os desejos para atrair sorte e expulsar os maus fluídos. Representantes da FIFA, presenteados com colares da mais alta linhagem dos povos da floresta, foram puxados para o meio da dança e se alegraram com a festa. Muito mais estava por vir.

Milhares de pessoas se aglomerando ao longo dos quase 14 quilômetros de vias que separam o aeroporto do Centro de Eventos do Pantanal. Definitivamente, os cuiabanos foram às ruas e disseram “sim” para a Copa do Mundo, com alegria e muita disposição. Uns com camisetas, outros com bandeiras, instrumentos musicais, bonés, enfim, tudo valia na hora de exaltar esse componente inigualável da variedade cultural brasileira: o povo de Cuiabá faz a festa. Em determinados pontos, a comitiva teve que enfrentar o “calor humano” cuiabano que praticamente fechava a via. Momentos que beiraram a histeria coletiva.

Em Cuiabá, todas as rotatórias da Avenida Miguel Sutil serviram de palco para a grande demonstração do quanto a população quer a Copa do Pantanal em Cuiabá. O contorno que dá acesso ao Centro de Eventos do Pantanal, local reservado para a recepção e jantar, além da participação popular contou com passistas de escolas de samba de Cuiabá.


Impossível não se encantar com a apresentação do grupo de Siriri. O “Flor Ribeirinha”, da Comunidade de São Gonçalo Beira-Rio, fez os representantes da Fifa e da CBF demonstrarem encantamento. Não foi diferente com a culinária cuiabana. Comidas típicas, bolos e doces, certamente, deram um sabor diferente, leve e marcante, ao paladar dos que a apreciaram. A culinária cuiabana tem suas raízes nas cozinhas indígenas, portuguesa espanhola e africana, com combinações e modo s de preparo originais que lhe asseguram sabores, cheiros, e aspectos inesquecíveis e sedutores. Certamente, mais um ponto que vai encantar os turistas que virão para os jogos do Mundial de 2014.

No tempo em que permeneceu no Centro de Eventos, a comitiva da FIFA e CBF assistiu a um vídeo que apresenta a história cultural de Cuiabá. A eles foi mostrado todo o potencial turístico do Estado, com destaque para o Pantanal, a Lagoa Azul de Nobres e suas grutas, Chapada dos Guimarães, com seus paredões e cachoeiras de rara beleza; Jaciara e suas corredeiras e escarpas; e muitos outros. Os inspetores também receberam informações e dados sobre a infra-estrutura de Mato Grosso, rede hoteleira, segurança, saneamento e saúde, tudo acompanhado do tradicional Lambari frito e pastelzinho de carne seca.

Com a global Totia Meirelles, o craque Zito, bicampeão mundial, seguiram-se outras apresentações culturais, como a do trio Pescuma, Henrique e Claudinho, que esbaldaram no alucinante “rasqueado cuiabano”; e do cantor-apresentador Rolando Boldrin, que ao som de “Vida Marvada” pulverizou o Centro de Eventos de aplausos. Inclusive dos membros da comitiva, ladeados pelo governador Blairo Maggi, o prefeito Wilson Santos, e outras autoridades.

Agora vem a parte mais difícil do show. Daqui a pouco, os inspetores da FIFA sobrevoam os pontos estratégicos de Cuiabá, como o Estádio Governador José Fragelli, o Verdão, a região onde será construído o novo terminal do Aeroporto Internacional Marechal Rondon e, se houver tempo, a cidade de Chapada dos Guimarães e o Lago de Manso, um dos locais onde serão instalados os centros de treinamento da Copa do Mundo.

Com Valdemir Roberto, Jonas Jozino, Raoni Ricci e Carlos Eduardo Lemos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)