Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/03/2009 19:39

A bala atingiu todos os advogados, diz conselheiro OAB

Hora da Notícia

O Conselheiro da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul) Ademir Antônio Cruvinel esteve em Costa Rica e acompanhou o velório e sepultamento do advogado Nivaldo Nogueira de Souza assassinado na última segunda-feira (23). Ele representou o presidente da Ordem, Fabio Trad. Cruvinel falou ao Hora da Notícia e afirmou: “A bala atingiu todos os advogados, não só o colega Nivaldo“.

O conselheiro conversou com o delegado Lúcio Fátima responsável pelas investigações para se interar dos procedimentos que estão sendo tomados em relação ao fato ocorrido. Reuniu com o advogado Roberto Rodrigues, presidente da 16ª Subseção da ordem em Costa Rica, nomeado pelo presidente Fabio Trad para acompanhar o inquérito policial junto á delegacia. Cruvinel adiantou que a força tarefa especial criada para auxiliar nas investigações vai chegar aos autores para chegar ao mandante, segundo ele pela maneira que o crime foi praticado suspeita-se que seja crime encomendado.

Ele adiantou que na próxima sexta-feira (27), o conselho da OAB vai reunir com a presença do advogado Roberto Rodrigues que levará um relatório elaborado em conjunto com os demais advogados de Costa Rica com as reivindicações. Na reunião será discutido a falta de " segurança, “a situação de insegurança que estamos vivendo no Estado”. Outro ponto que será abordado é a intervenção da ordem junto ao Estado para disponibilizar mais um delegado para o município.

O Assalto do Banco do Brasil em agosto de 2008 deixou a cidade vulnerável, a população ainda vive a insegurança,”o Estado precisa dar condições de trabalho, não houve um policiamento preventivo depois do assalto, precisa cumprir seu papel”. Cruvinel disse ainda que é impossível a polícia realizar um bom trabalho sem pessoal.

Cruvinel alertou para aumento da violência com a instalação da Usina de Álcool no município, “traz uma demanda muito grande para a Segurança Pública” segundo ele é preciso ter uma atenção especial com as divisas do Estado, Mato Grosso e Goiás, “precisam ser vigiadas”.

Ele observou que o município dispõe de uma arrecadação de impostos excelente, participativa para o Governo do Estado e precisa ser priorizado na área da segurança. Adiantou que OAB vai promover discussão sobre investimentos na área de segurança pública para a região do “Bolsão” com conselheiros em Três Lagoas, Paranaíba e Cassilândia.

Questionado sobre o assassinato do moto-taxista Carlos Henrique Felix Coelho a mais de dois anos sem uma resposta do Estado assim como o desaparecimento de duas jovens na cidade ele foi categórico em afirmar que falta investimento do Estado na segurança pública para dar condições à polícia de trabalho para esclarecer.

Para o conselheiro o crime de “pistolagem” é covarde e as instituições precisam ser firmes no combate. Ele observou que o Estado precisa se estruturar porque o crime organizado está a frete da polícia e começa a desmontar o que existe de estrutura, e observou: “a vida está perdendo o valor“. O Estado precisa combater isso, esse crime que aconteceu em Costa Rica era crime de fronteira, “antes só acontecia na região de fronteira, agora acontece aqui”.

A execução do Nivaldo chocou a classe, “a bala atingiu todos os advogados do Estado e do Brasil, não só o colega Nivaldo”. Ele acrescentou que o crime também reflete nos promotores e juízes.
Cruvinel definiu Nivaldo como um profissional combativo, sério e honesto, “sentiremos saudades dele”, finalizou.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)