Cassilândia, Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

22/12/2004 12:40

A 548 km, Corumbá se preocupa com suspeita de aftosa

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Do outro lado do Estado, produtores de Corumbá, o município com maior rebanho bovino do País, estão preocupados com a suspeita de febre aftosa no município de Paranhos. A cidade fronteiriça com o Paraguai está a 470 quilômetros de Campo Grande e 548 quilômetros de Corumbá. Há mais de 10 anos Corumbá e outros 13 municípios pantaneiros esperam que a União Européia coloque fim ao veto à carne da região e pode se prolongar ainda mais essa espera se for confirmada em Mato Grosso do Sul a doença que ao lado da EBB (mal da vaca louca) é a que impõe mais barreiras no mercado mundial.
“Se for confirmado um foco vai afetar o Estado inteiro”, diz o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Emílio Cezar Miranda de Barros. Ainda assim, ele acredita que o Estado tem um controle bastante apurado e pode estancar o foco, casa exista, com rapidez. Sobre Corumbá, especificamente, ressalta que tem uma das melhores sorologias de febre aftosa do Estado.
Corumbá é a primeira cidade no ranking nacional em rebanho bovino, com 1.841.186 animais. Outros cinco municípios de Mato Grosso do Sul estão entre os 10 com mais bovinos do Brasil. O segundo é Ribas do Rio Pardo, com 1.316 250; em quarto Três Lagoas, com mais 946 819; Água Clara ocupa o sétimo lugar, com 857.215; no oitavo lugar do raking está Camapuã, com rebanho de 828.780 animais e em décimo Aquidauna, totalizando mais 748.097.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 19 de Janeiro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)