Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/12/2004 12:40

A 548 km, Corumbá se preocupa com suspeita de aftosa

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Do outro lado do Estado, produtores de Corumbá, o município com maior rebanho bovino do País, estão preocupados com a suspeita de febre aftosa no município de Paranhos. A cidade fronteiriça com o Paraguai está a 470 quilômetros de Campo Grande e 548 quilômetros de Corumbá. Há mais de 10 anos Corumbá e outros 13 municípios pantaneiros esperam que a União Européia coloque fim ao veto à carne da região e pode se prolongar ainda mais essa espera se for confirmada em Mato Grosso do Sul a doença que ao lado da EBB (mal da vaca louca) é a que impõe mais barreiras no mercado mundial.
“Se for confirmado um foco vai afetar o Estado inteiro”, diz o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Emílio Cezar Miranda de Barros. Ainda assim, ele acredita que o Estado tem um controle bastante apurado e pode estancar o foco, casa exista, com rapidez. Sobre Corumbá, especificamente, ressalta que tem uma das melhores sorologias de febre aftosa do Estado.
Corumbá é a primeira cidade no ranking nacional em rebanho bovino, com 1.841.186 animais. Outros cinco municípios de Mato Grosso do Sul estão entre os 10 com mais bovinos do Brasil. O segundo é Ribas do Rio Pardo, com 1.316 250; em quarto Três Lagoas, com mais 946 819; Água Clara ocupa o sétimo lugar, com 857.215; no oitavo lugar do raking está Camapuã, com rebanho de 828.780 animais e em décimo Aquidauna, totalizando mais 748.097.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)