Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/02/2006 08:32

56 países mantêm embargo à carne bovina brasileira

Vitor Abdala/ABr

Cinqüenta e seis países ainda mantêm embargo à carne de boi brasileira, devido à descoberta de focos de febre aftosa em rebanhos bovinos do Mato Grosso do Sul e do Paraná no final do ano passado. A informação foi divulgada ontem (20) pelo Departamento de Assuntos Sanitários e Fitossanitários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Desse total, oito países proíbem a importação de carne de todos os estados brasileiros: África do Sul, Chile, China, Cuba, Indonésia, Namíbia, Tailândia e Venezuela. A maioria, no entanto, mantém o embargo apenas aos estados do Mato Grosso do Sul e Paraná (onde foram descobertos focos), além de São Paulo.

Ontem, no Rio de Janeiro, representantes do governo e de entidades exportadoras brasileiras discutiram o embargo feito pela Rússia, país que proíbe a importação de carne bovina e suína de oito estados brasileiros. Em 2005, os russos importaram do Brasil US$ 1,3 bilhão em carnes de boi e de porco. O montante representa 45% dos US$ 2,9 bilhões exportados.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e do Conselho Empresarial Brasil-Rússia, Marcus Vinicius Pratini de Moraes, a Rússia deve encerrar, em breve, o embargo à carne bovina brasileira. Segundo ele, os procedimentos para o término do embargo russo estão em sua fase final.

O chefe de gabinete do Ministério da Agricultura, Maçao Tadano, que também participou do encontro, no Rio de Janeiro, pede que o governo russo suspenda o embargo, pelo menos, dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais.

"O governo (do Brasil) anseia que eles suspendam o embargo o mais rapidamente possível. Depende, naturalmente, da compreensão deles. Se outros países, como os da União Européia, só mantêm suspensas as importações de Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo, os russos poderiam agir no mesmo caminho. O ministro Antonio Palocci esteve lá (na Rússia), nossos técnicos estiveram em Moscou. Estamos confiantes que eles revejam essa posição", disse Tadano.

De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne, o Brasil exporta carne para mais de 170 países. Em 2005, as carnes foram o sexto principal item da exportação brasileira, respondendo por quase US$ 8 bilhões, ou seja, 6,8% do total exportado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)