Cassilândia, Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

Últimas Notícias

21/02/2006 08:32

56 países mantêm embargo à carne bovina brasileira

Vitor Abdala/ABr

Cinqüenta e seis países ainda mantêm embargo à carne de boi brasileira, devido à descoberta de focos de febre aftosa em rebanhos bovinos do Mato Grosso do Sul e do Paraná no final do ano passado. A informação foi divulgada ontem (20) pelo Departamento de Assuntos Sanitários e Fitossanitários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Desse total, oito países proíbem a importação de carne de todos os estados brasileiros: África do Sul, Chile, China, Cuba, Indonésia, Namíbia, Tailândia e Venezuela. A maioria, no entanto, mantém o embargo apenas aos estados do Mato Grosso do Sul e Paraná (onde foram descobertos focos), além de São Paulo.

Ontem, no Rio de Janeiro, representantes do governo e de entidades exportadoras brasileiras discutiram o embargo feito pela Rússia, país que proíbe a importação de carne bovina e suína de oito estados brasileiros. Em 2005, os russos importaram do Brasil US$ 1,3 bilhão em carnes de boi e de porco. O montante representa 45% dos US$ 2,9 bilhões exportados.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e do Conselho Empresarial Brasil-Rússia, Marcus Vinicius Pratini de Moraes, a Rússia deve encerrar, em breve, o embargo à carne bovina brasileira. Segundo ele, os procedimentos para o término do embargo russo estão em sua fase final.

O chefe de gabinete do Ministério da Agricultura, Maçao Tadano, que também participou do encontro, no Rio de Janeiro, pede que o governo russo suspenda o embargo, pelo menos, dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais.

"O governo (do Brasil) anseia que eles suspendam o embargo o mais rapidamente possível. Depende, naturalmente, da compreensão deles. Se outros países, como os da União Européia, só mantêm suspensas as importações de Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo, os russos poderiam agir no mesmo caminho. O ministro Antonio Palocci esteve lá (na Rússia), nossos técnicos estiveram em Moscou. Estamos confiantes que eles revejam essa posição", disse Tadano.

De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne, o Brasil exporta carne para mais de 170 países. Em 2005, as carnes foram o sexto principal item da exportação brasileira, respondendo por quase US$ 8 bilhões, ou seja, 6,8% do total exportado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 10 de Dezembro de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 09 de Dezembro de 2018
09:00
Santo do dia
Sábado, 08 de Dezembro de 2018
Sexta, 07 de Dezembro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)