Cassilândia, Domingo, 22 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

05/10/2015 15:00

51% dos presos de MS são oriundos do tráfico de drogas, diz Governador

Midiamax

 

Com 51% dos presos de Mato Grosso do Sul oriundos do tráfico de drogas e até 70% de outros Estados, o governador Reinaldo Azambuja declarou que sem as audiências de custódia, iniciadas nesta segunda-feira (5), em oito anos estaria dobrada a população carcerária de MS.

O projeto das audiências tem como objetivo reduzir o número de presos provisórios no país, que hoje chega a 41% da população carcerária brasileira. Com audiências em até 24 horas após a prisão em flagrante, em audiência com o juiz, fica determinado se o flagrado segue preso ou é colocado em liberdade.

Uma economia que, segundo o governador, evitará a construção de meio presídio por ano. Outro ponto destacado por Reinaldo é a ressocialização de presos, que com a reforma de quatro escolas somente neste ano, gerou economia de R$ 1,5 milhão ao Estado.

A solenidade aconteceu no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, na presença do presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que agradeceu as duas medalhas em homenagens recebidas.

Para ele, as audiências resgatam a dignidade humana e o custo benefício supera e muito o ônus que o Estado tem com a implantação. Neste período de implantação nos Estados que já tem o programa, seis mil pessoas deixaram de ser presas.

“Essas pessoas não representavam perigo para a sociedade, não tinham ficha criminal e tinham residência fixa, abrindo vagas para presos perigosos e gerando economia de R$ 500 milhões e 8,5 presídios a menos para abrigar esta massa”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 22 de Outubro de 2017
Sábado, 21 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 20 de Outubro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)