Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/02/2008 20:02

50ª notificação de suspeita de febre amarela no país

Alex Rodrigues /ABr

Brasília - O Ministério da Saúde já contabilizou 50 notificações de suspeitas de febre amarela no país. Ainda em análise, o último caso é de uma pessoa que mora em Minas Gerais e que, provavelmente, foi infectada em área de mata de Goiás. O ministério não informou o nome, o sexo ou a idade do doente.

Embora as autoridades de Saúde já tenham descartado a infecção por febre amarela em 21 dos 50 casos, outras quatro ocorrências continuam sob análise. Os casos confirmados da doença totalizam 25, sendo que 13 deles resultaram na morte do infectado.

Segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, os prováveis locais de infecção já confirmados ocorreram em áreas silvestres de Goiás, do Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal, que, das 25 confirmações, registraram, respectivamente, 18, quatro e três ocorrências.

Entre os infectados, há 17 homens, com idades variando de 22 a 64 anos. O ministério alega não ter sido possível comprovar se 92% foram vacinados. Os 8% restantes haviam sido vacinados há mais de dez anos.

O primeiro caso de febre amarela silvestre foi confirmado no dia 17 de dezembro de 2007. O último caso, ainda sob suspeita, foi registrado no dia 21 de janeiro de 2008.

Ainda segundo o ministério, entre janeiro e novembro de 2007, 46 localidades de todo o Brasil notificaram que macacos haviam morrido em condições suspeitas. Destas notificações, em apenas quatro localidades foi verificada a ocorrência de febre amarela silvestre.

Já de dezembro de 2007 até hoje (6), já foram notificadas mortes de macacos em 249 localidades de 141 municípios.

O ministério informou que 11,471 milhões doses de vacinas contra a doença já foram distribuídas em todos os estados e no Distrito Federal desde dezembro passado.

Segundo informações repassadas pelos próprios estados e o Distrito Federal, 92% destas doses foram aplicadas durante o mês de janeiro. Foram registrados 47 casos de reações adversas à vacina, sendo que 21 pacientes tiveram de ser hospitalizados.

O ministério assegurou que os critérios para a distribuição de vacinas têm observado a ocorrência de casos humanos e animais de febre amarela silvestre. Como as pessoas foram infectadas em uma área geográfica que compreende o Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Mato Grosso do Sul e as regiões noroeste de Minas Gerais e de São Paulo, o ministério recomenda que tomem a vacina as pessoas não vacinadas nos últimos 10 anos, residentes ou que se dirijam para as áreas afetadas, desaconselhando a revacinação em período inferior a 10 anos da última dose.

Outra recomendação às secretarias estaduais de Saúde das áreas afetadas é dar prioridade na vacinação de quem ainda não tenha recebido a primeira dose, além de investigar devidamente cada registro de morte de macaco.





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)