Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

06/12/2004 15:28

26% de jovens são incapazes de solucionar problema

Dourados News


Um relatório da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgado hoje, segunda-feira, ressalta que 26% dos jovens de 15 anos dos países desenvolvidos são incapazes de resolver problemas matemáticos do dia a dia.

Apenas 4% dos 250.000 alunos de 41 países que participaram do estudo de 2003 do Programa Internacional de Acompanhamento dos Conhecimentos dos Alunos da OCDE alcançaram o nível máximo em solução de problemas complexos.

Como ocorreu no primeiro estudo de 2000, que foi focado na compreensão da leitura, a Finlândia liderou mais uma vez a classificação geral dos países da OCDE, graças a seus bons resultados em matemática e ciências.

Atrás dela vêm, nesta ordem, Coréia do Sul, Holanda, Japão, Canadá, Bélgica, Suíça, Austrália, Nova Zelândia e República Tcheca.

Entre os 29 países da OCDE (o Reino Unido não participou) presentes na pesquisa, a Espanha ocupa o 23º posto, seguida pelos Estados Unidos, Portugal, Itália, Grécia, Turquia e México.

O relatório de 2003, cujo objetivo era determinar em que medida os alunos são capazes de elaborar e aplicar modelos matemáticos para solucionar problemas cotidianos, assim como interpretar, validar e comunicar os resultados, legitima globalmente os resultados do primeiro estudo, efetuado em 2000.

Só a Polônia, que iniciou uma grande reforma de seu sistema educacional em 1999, Alemanha, Bélgica e República Tcheca conseguiram melhorar seus resultados.

A Polônia é um dos doze países não membros da OCDE incluídos no estudo. Os outros são Brasil, Rússia, Uruguai, Indonésia e Hong Kong, cujos alunos são os mais brilhantes.

Os especialistas que selecionaram os colégios -públicos e privados- examinados ao acaso, advertiram, por outro lado, que aumentou a diferença entre os países líderes e os com piores resultados.

Em conjunto, os alunos de países mais ricos têm melhores resultados, mas há exceções, como a Coréia do Sul, onde a renda média das famílias é 30% inferior à média dos membros da OCDE e, no entanto, estão entre os primeiros.

Segundo a OCDE, "não é necessário investir muito para ter êxito". A organização destaca que Austrália, Bélgica, Canadá, Finlândia, Japão, Holanda e República Tcheca têm, além da Coréia, "uma boa relação qualidade-preço".

As relações entre alunos e professores, a heterogeneidade nas classes, a descentralização da educação, a não seleção precoce dos alunos e a existência de atividades extracurrículares influem positivamente nos resultados, destacaram os especialistas da OCDE, representados por Jean-Luc Heller e Eric Charbonnier na apresentação do relatório em Paris.



EFE

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)