Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/08/2016 09:30

1/3 das prescrições são desnecessárias, afirma pesquisa

180 Graus

 

Segundo estudo publicado no JAMA (Journal of American Medical Association), 1/3 das prescrições de antibióticos orais, realizadas em ambulatórios nos EUA, para tratamentos de infecções respiratórias, são consideradas inapropriadas.

Estas prescrições inadequadas estimulam o aumento de bactérias resistentes, que atualmente infectam cerca de 2 milhões de americanos ao ano, levando a 23.000 mortes anuais, segundo fontes do CDC (Centers for Disease Control and Prevention).

Embora não tenhamos estatísticas recentes no Brasil, estes dados certamente ainda são muitos piores, pois, embora a venda de antibióticos somente possam ser realizadas com prescrição médica, o que pelos dados americanos já não representam a garantia de um uso racional, ainda é possível comprar antibióticos em farmácias do interior do nordeste e até mesmos nas capitais sem nenhuma prescrição, inclusive com venda de frações das embalagens.

É importante lembrar que antibióticos não matam bactérias prejudiciais e sim bactérias sensíveis. Logo, quando se utiliza um antibiótico, quer seja da forma adequada ou não, ocorre uma seleção de nossa flora bacteriana oral, intestinal e vaginal, que forma grande parte de nosso sistema de proteção, nos deixando mais suscetíveis a uma infecção por diminuição das defesas.

Um estudo realizado ainda em 2002, em um ambulatório de uma capital brasileira, em culturas da flora bacteriana da garganta de crianças que procuravam atendimento médico, demonstrava que aproximadamente metade das crianças já possuíam em suas gargantas bactérias resistentes a sulfametoxazol, um antimicrobiano muito utilizado à época.

Os antibióticos são excelentes medicamentos, mas necessitam de indicação precisa, e criteriosa para que possam ser ainda utilizados na plenitude de sua capacidade e de seus benefícios. O uso indiscriminado, além de desnecessário, pode causar prejuízos ao paciente e à população de forma geral, através de um aumento da resistência bacteriana.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)