Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/10/2007 17:29

1ª Câmara do TCE pune prefeitos por irregularidades

Luis Junot

Na sessão realizada nesta terça-feira (16/10), a 1ª Câmara do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE/MS) julgou 29 processos, dos quais 26 considerados irregulares. Deste total, 5 tiveram os valores impugnados por irregularidades, totalizando R$ 62.449,16. Deste montante, R$ 42.369,73 são referentes ao valor efetivamente pago pela Prefeitura Municipal de Tacuru no Contrato 10/2006 pela aquisição de medicamentos e materiais de uso hospitalar, porém sem a correspondente liquidação da despesa (Notas fiscais). Diante da irregularidade, o prefeito Cláudio Rocha Barcelos, além de ressarcir aos cofres municipais, o valor impugnado devidamente atualizado, ainda deverá pagar uma multa de 50 Uferms.

Também o prefeito de Mundo Novo, Humberto Carlos Ramos Amaducci foi multado em 50 Uferms, por irregularidade no Contrato 53/2005, referente a locação de um caminhão caçamba, e devolver aos cofres do município o valor impugnado de R$ 18 mil. Os outros três processos referem-se a irregularidades cometidas, em 2000 pelo ex-prefeito de Miranda, Ivan Paz Bossay, multado em 100 Uferms e valor impugnado de R$ 1.334,88, no Contrato 008/2000 para fornecimento de combustíveis; Lídio Ledesma, prefeito de Iguatemi, multado em 30 Uferms, e impugnação de R$ 794,55.

A 1ª Câmara é composta pelos conselheiros, Osmar Ferreira Dutra (presidente da 1ª Câmara), Carlos Ronald Albaneze (Vice-presidente do TCE/MS) e José Ricardo Pereira Cabral, e o representante do Ministério Público Especial junto ao TCE, subprocurador, José Aêdo Camilo.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)