Cassilândia, Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

05/11/2017 14:30

“Vamos aguardar a decisão da Justiça”, diz pai de advogada morta em acidente

Campo Grande News

A família de Carolina Albuquerque Machado, 24 anos, morta em acidente de trânsito na última quinta-feira (2), na Avenida Afonso Pena, diz que vai aguardar com serenidade a decisão da Justiça sobre o destino do estudante de medicina João Pedro da Silva Miranda Jorge, 23 anos, condutor da caminhonete que se envolveu no acidente e fugiu sem prestar socorro.

João Pedro, que teve a prisão preventiva decretada pela Justiça na sexta-feira (3), se apresentou à Polícia Civil,na tarde de ontem (4). O rapaz está detido em uma das celas da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e amanhã deve ser transferido para um presídio.

“A gente aguarda a decisão da Justiça com serenidade. Não sabemos se ele vai continuar preso. Nós somos pessoas de bem e estamos tranquilos. Ele só se apresentou porque não tinha outra opção”, desabafa o engenheiro Lázaro Barbosa Machado, 63 anos, pai de Carolina.

Carolina voltava de um encontro com as amigas, quando teve o VW Fox que dirigia atingido pela caminhonete Nissan Frontier, conduzida por João Pedro, que segundo a Polícia de Trânsito, trafegava em torno de 160 km/h. Após a batida, o rapaz fugiu a pé sem prestar socorro. O filho de Carolina, de 3 anos e 8 meses, que seguia na cadeirinha no banco traseiro fraturou a clavícula. A criança, segundo Lázaro, recebeu alta neste domingo (5) e está na casa da avó paterna. “Ele ainda sente dor”, diz.

Em nota, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) disse que vai exigir rigorosa apuração sobre o acidente que matou a advogada."A Ordem cobrará apuração rigorosa dos fatos, principalmente devido à fuga do autor do acidente, que não prestou socorro às vítimas”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 17 de Novembro de 2017
10:28
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Quinta, 16 de Novembro de 2017
11:00
Mundo Fitness
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)