Cassilândia, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

Últimas Notícias

09/10/2019 15:00

"Jamais imaginei esse resultado", diz esposa que denunciou suposta traição

Campo Grande News

A esposa de Fernando Enrique Freitas, 31 anos, que mandou prints de mensagem e ligou o para o policial militar Lúcio Roberto Queiroz Silva, 36 anos, denunciando relacionamento extraconjugal entre o marido dela e Regianni Araújo, 32 anos, esposa do PM, relatou à polícia que jamais imaginou esse resultado. A denúncia terminou em duas mortes, na noite de sábado (5), em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande. O nome dela não foi divulgado pela polícia.

À delegada Eva Maira Cogo da Silva, titular da Dam (Delegacia de Atendimento à Mulher), a mulher contou que tudo aconteceu muito rápido, num período de uma hora e meia (entre as mensagens encaminhadas e o duplo assassinato). Fernando e Regianni foram mortos a tiros pelo policial.

Durante o sábado, a mulher de Fernando aproveitou que o marido foi dormir para vasculhar o celular dele e acabou encontrando mensagens que davam a entender que Fernando mantinha relacionamento amoroso com Regianni. Ela, então, fez prints da conversa, encaminhou as mensagens para Lúcio e ligou para ele dizendo que o casamento dela tinha acabado.

Do outro lado da linha, aparentemente muito calmo, o policial repetiu a mesma frase. Os casais se conheciam de um grupo de pedal do município. A mulher disse que não chegou a falar para o marido sobre as mensagens, que descansava no sofá da sala da casa da mãe dela.

Em depoimento, a mulher relatou que estava em frente de casa com a filha de pouco mais de 1 ano e a mãe, quando Fernando chegou de carro empunhando uma arma de fogo. Ela e a mãe ainda imploraram para que Lúcio fosse embora. Depois de matar Fernando, Lúcio retornou para a casa dos pais e matou a mulher.

Regianni foi atingida no abdômen, tórax e braços. Após o crime, o autor deixou a arma em cima da estante e fugiu no carro do pai para uma área rural do município. Lúcio se apresentou ontem à Polícia Civil, prestou depoimento e foi trazido para o Presídio Militar de Campo Grande.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 17 de Outubro de 2019
10:00
Receita do Dia
Quarta, 16 de Outubro de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)