Cassilândia, Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

10/12/2005 09:46

Greve das universidades chega a 103 dias

Lilian de Macedo / ABr

A greve dos professores das universidades federais já dura 103 dias. O último balanço divulgado pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) indica que 36 universidades estão paradas. Já o balanço do Ministério da Educação é outro: 31 das 61 instituições do país estão sem aulas.

A greve mais longa da última década, segundo o Andes, ocorreu em 2001. Naquele ano, a paralisação levou 108 dias. Mas a presidente do sindicato, Marina Barbosa, afirma que o recorde poderá ser superado pelo movimento deste ano. Para ela, o governo ainda não definiu as três questões vitais para o fim do movimento, que são paridade entre ativos e aposentados, isonomia entre as carreiras e reajuste salarial equivalente ao valor recebido em gratificações (que representam até 80% dos vencimentos básicos).

O ministro da Educação, Fernando Haddad, declarou que todas as reivindicações seriam supridas com o acréscimo de R$ 150 milhões no montante de R$ 500 milhões que já estava destinado ao reajuste dos professores. Com isso, o aumento médio da categoria seria de 9,75% sobre o vencimento.

Essa verba extra está prevista no Projeto de Lei 6364 que chegou ontem (08) ao Congresso Nacional. No entanto, o que o MEC define como "uma solução" é visto pelos grevistas como uma "traição". Marina Barbosa explica que a proposta apresentada ao Congresso não foi negociada com o movimento e, portanto, a greve continua. "O conteúdo do projeto não altera em nada o processo negocial que a gente tinha até o momento, já que ele não atende às nossas reivindicações", acentua.

Apesar das críticas, Marina ressalta que o governo atendeu a uma solicitação dos grevistas para o fim da paralisação. Fernando Haddad anunciou a abertura de um edital para a contratação de quatro mil professores para universidades. O número supre metade da carência dos professores, de acordo com a assessoria de imprensa do ministério.

O presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Oswaldo Baptista, afirma que, atualmente, estes cargos são de professores substitutos. "O salário médio destes profissionais é de R$ 400 a R$ 700. É muito difícil conseguirmos contratar pessoas qualificadas com vencimentos como esses", justifica.

Esta é a mesma opinião da presidente da Andes. No entanto, ela ressalta que o edital para novas contratações é uma vitória para a categoria. "Apesar de não ser o suficiente, estas contratações são conquistas do movimento grevista", relata Marina.

Na próxima semana, assembléias estaduais de professores decidem pela continuidade ou término da paralisação. O principal tema abordado nas reuniões será a Projeto de Lei 6364.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 22 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)