Cassilândia, Domingo, 19 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

15/03/2007 17:39

Estado adere nesta sexta-feira ao Pacto pela Saúde

Mato Grosso do Sul oficializa nesta sexta-feira (16) a adesão ao Pacto pela Saúde - estabelecido em março de 2006 com a finalidade de desenvolver ações e metas para melhorar a saúde da população - durante a reunião especial com representantes da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), às 13h30, no auditório da Coordenadoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos em Saúde Coletiva, na Capital.



De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o encontro, que contará com a presença do governador André Puccinelli e da secretária de Saúde Beatriz Dobashi, será um grande momento para o Sistema Único de Saúde (SUS), pois além de renovar o compromisso com a saúde de população, estarão sendo disponibilizados recursos financeiros para a rede de atenção especializada e hospitalar, na ordem de R$ 18 milhões. Esses recursos, provenientes do Estado, somados aos R$ 221 milhões do governo federal e à contrapartida dos municípios, permitirão o início de uma nova etapa no atendimento da rede pública de saúde.



Também está prevista a participação dos 78 secretários municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul; da representante do Departamento de Apoio à Descentralização do Ministério da Saúde, Ana Lúcia Pereira; dos deputados federais Waldemir Moka e Geraldo Resende; da deputada estudual Denise Hashioka; do presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul, Norberto Fabri Junior, e do presidente do Conselho Estadual de Saúde, Jonas Cavada.



Pacto - Segundo Beatriz Dobashi, após a criação do SUS, através da Constituição de 1988, foram editadas várias Normas Operacionais para regulamentar a gestão da saúde pública no Brasil: a NOB 91, 93 e 98, seguidas pela Norma Operacional da Assistência, a Noas 2002.



“A partir de 2003, os gestores municipais, liderados pelo Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde, passaram a discutir o SUS Pós NOB, apontando a existência excessiva de normatização no setor saúde e a necessidade de resgatar o espírito de responsabilidade sanitária solidária entre a União, os estados e municípios. Assim, em março de 2006 foi estabelecido o Pacto pela Saúde, como explicado anteriormente”, conclui a secretária.



Kadijah Suleiman

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 17 de Novembro de 2017
19:49
Cassilândia
10:28
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Quinta, 16 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)