Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/03/2006 16:53

Brasil é o maior consumidor mundial de anfetaminas

Irene Lôbo / ABr

O Brasil é o país que mais consome anfetaminas no mundo. A informação aparece no relatório anual de 2005 da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Jife), uma organização independente que auxilia as Nações Unidas nesse tema. O relatório também afirma que aumentou o consumo das anfetaminas por pessoa na Austrália, República Tcheca e Singapura. O documento foi divulgado hoje (3), em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília.

As anfetaminas são drogas muito utilizadas em pessoas que querem emagrecer, afirma o professor integrante da Jife e diretor do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), Elisaldo Carlini. Segundo ele, o Brasil deve consumir cerca de 30 toneladas do medicamento por ano. Em 1995 e 1996, o consumo brasileiro girava em torno de 22 toneladas.

"Esse uso adoidado de anfetaminas ocorreu no Brasil no início da década de 90, quando Argentina e o Chile eram campeões da América do Sul. A OMS tomou providências e decresceu muito o uso no Brasil. Em 1996, caiu 2/3 praticamente. A partir de 1997 o Brasil volta de novo e agora é o campeão mundial no consumo de anfetaminas. Até dois anos atrás era o terceiro, agora passou para primeiro", afirma Carlini.

O Secretário Nacional Antidrogas da Presidência da República, Paulo Roberto Uchoa, disse que o Ministério da Saúde brasileiro já está ciente do problema do consumo das anfetaminas. "Já tivemos opiniões de especialistas relacionando a necessidade da fiscalização dos produtos controlados, a necessidade de uma maior conscientização dos nossos médicos que receitam essas substâncias, dos usuários que não conhecem o efeito colateral, então é preciso que haja um trabalho muito sério, uma reeducação e uma fiscalização maior", diz.

A droga mais consumida no Brasil continua sendo a maconha, conforme detectaram relatórios anteriores. O cultivo ilícito da droga permanece na maioria dos países da América do Sul, inclusive no Brasil, onde, apesar dos esforços, a maconha continua a ser plantada nas regiões Norte e Nordeste do país. Em relação à cocaína, o documento destaca a apreensão de uma tonelada da droga vinda do Brasil para a África do Sul e países da costa leste africana. Além de rota, o Brasil também figura como um dos países mais afetados pelo tráfico de cocaína.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)