Cassilândia, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

Últimas Notícias

03/03/2006 16:53

Brasil é o maior consumidor mundial de anfetaminas

Irene Lôbo / ABr

O Brasil é o país que mais consome anfetaminas no mundo. A informação aparece no relatório anual de 2005 da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Jife), uma organização independente que auxilia as Nações Unidas nesse tema. O relatório também afirma que aumentou o consumo das anfetaminas por pessoa na Austrália, República Tcheca e Singapura. O documento foi divulgado hoje (3), em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília.

As anfetaminas são drogas muito utilizadas em pessoas que querem emagrecer, afirma o professor integrante da Jife e diretor do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), Elisaldo Carlini. Segundo ele, o Brasil deve consumir cerca de 30 toneladas do medicamento por ano. Em 1995 e 1996, o consumo brasileiro girava em torno de 22 toneladas.

"Esse uso adoidado de anfetaminas ocorreu no Brasil no início da década de 90, quando Argentina e o Chile eram campeões da América do Sul. A OMS tomou providências e decresceu muito o uso no Brasil. Em 1996, caiu 2/3 praticamente. A partir de 1997 o Brasil volta de novo e agora é o campeão mundial no consumo de anfetaminas. Até dois anos atrás era o terceiro, agora passou para primeiro", afirma Carlini.

O Secretário Nacional Antidrogas da Presidência da República, Paulo Roberto Uchoa, disse que o Ministério da Saúde brasileiro já está ciente do problema do consumo das anfetaminas. "Já tivemos opiniões de especialistas relacionando a necessidade da fiscalização dos produtos controlados, a necessidade de uma maior conscientização dos nossos médicos que receitam essas substâncias, dos usuários que não conhecem o efeito colateral, então é preciso que haja um trabalho muito sério, uma reeducação e uma fiscalização maior", diz.

A droga mais consumida no Brasil continua sendo a maconha, conforme detectaram relatórios anteriores. O cultivo ilícito da droga permanece na maioria dos países da América do Sul, inclusive no Brasil, onde, apesar dos esforços, a maconha continua a ser plantada nas regiões Norte e Nordeste do país. Em relação à cocaína, o documento destaca a apreensão de uma tonelada da droga vinda do Brasil para a África do Sul e países da costa leste africana. Além de rota, o Brasil também figura como um dos países mais afetados pelo tráfico de cocaína.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 26 de Junho de 2017
Domingo, 25 de Junho de 2017
15:50
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)