Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

18/10/2017 08:40

Bancada do MS em Brasília coloca 14 obras como prioritárias

Nyelder Rodrigues, Campo Grande News
Senadores Moka e Simone e os deputados federais Geraldo Resende, Dagoberto, Zeca do PT e Mandetta (Foto: Divulgação)Senadores Moka e Simone e os deputados federais Geraldo Resende, Dagoberto, Zeca do PT e Mandetta (Foto: Divulgação)

 

A bancada federal de Mato Grosso do Sul definiu 14 obras como prioritárias para 2018 no Estado, sendo elas incluídas pelo grupo no Orçamento Geral da União após reunião nesta terça-feira (17). Um 15º projeto ainda será discutido para entrar na lista nesta quarta-feira (18).

Ao todo, os investimentos previstos somam R$ 1,4 bilhão em emendas, porém, o coordenador da bancada, o senador Waldemir Moka (PMDB), os valores podem cair em até 80%, já que é comum a redução do valor liberado.

"Geralmente, as bancadas estaduais colocam os valores lá em cima porque sabem que os cortes nas relatorias são profundos", explica o senador, que sediou a reunião que contou com a participação dos parlamentares sul-mato-grossenses.

Vários setores, como saúde, infraestrutura e saneamento básico, serão contemplados. Os valores iniciais variam para cada obra variam da marca de R$ 50 milhões até R$ 105 milhões.

Ponte, hospital e rodovias - Um das obras contempladas, por ora, com R$ 81,2 milhões é a ponte sobre o rio Paraguai, em Porto Murtinho, que fará a ligação do Brasil ao país vizinho, na rota biocêanica.

O mesmo valor foi destinado para o projeto Sul-Fronteira, no trecho que ligará Ponta Porã até Mundo Novo. Já R$ 100 milhões foram pedidos para construir, na BR-419, o trecho entre os entroncamentos da BR-163 e da BR-262, respectivamente, em Rio Verde de Mato Grosso e Aquidauana.

Outros R$ 100 milhões foram solicitados para infraestrutura urbana em Campo Grande e Dourados, assim como para a construção do HR (Hospital Regional) de Dourados, melhorias para a estrutura da PRF (Polícia Rodoviária Federal) no Estado e reestruturação dos hospitais universitários do Estado, entre outras.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)