Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/10/2016 20:57

'Sequestrada no aeroporto' teria forjado crime para arrancar dinheiro do marido

Midiamax

A Polícia Civil de Chapadão do Sul descartou o sequestro de Ângela Mamed no Aeroporto de Campo Grande nesta sexta-feira (15). De acordo com a Polícia Civil, Ângela nem chegou a viajar para Mato Grosso do Sul. Investigadores entraram em contato com a mãe de Ângela na cidade de Manaus (AM) que informou que a filha sequer havia saído da cidade.

Tudo leva a crer que foi Ângela quem enviou as fotos e mensagens sobre o suposto sequestro. Mesmo assim, a polícia não descarta que alguém possa ter pegado o celular e enviado as mensagens. O marido de Ângela, de 26 anos, foi quem procurou a polícia para relatar o suposto sequestro.

De acordo com o homem, de 26 anos, ele recebeu uma ligação de Ângela , que disse que havia chegado no Aeroporto de Campo Grande e pegaria um táxi para ir até a rodoviária e seguir para Chapadão do Sul, onde o rapaz mora.

Cinco minutos após falar com a esposa, ele recebeu outra ligação, mas ouviu a voz de um homem dizendo “Estou com a sua mulher aqui e não vamos liberar ela”. Ele afirma que logo depois o suspeito desligou o telefone e ele começou a mandar mensagens para a mulher pelo WhatsApp, mas que não era ela quem respondia.

Também foram mandadas para o homem fotografias da esposa com as roupas sujas e chorando. Pelo aplicativo de celular, o suspeito chega a pedir dinheiro para o resgate e alega ter usado o cartão da vítima, gastando todo o dinheiro até o limite.

Conforme o marido, o suspeito disse por fim que liberou a mulher na Rua Alcântara Machado, na Vila Santo Amaro, e quebrou o celular dela. Ele chegou a tentar ligar novamente para a esposa, mas o telefone deu desligado.

O homem contou aos policiais que está com a mulher há aproximadamente 8 meses. Ele arrumou um emprego em uma madeireira em Chapadão do Sul, onde moraria com a esposa. À polícia, o homem não soube informar a idade da mulher.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)