Cassilândia, Segunda-feira, 28 de Maio de 2018

Últimas Notícias

14/10/2016 20:57

'Sequestrada no aeroporto' teria forjado crime para arrancar dinheiro do marido

Midiamax

A Polícia Civil de Chapadão do Sul descartou o sequestro de Ângela Mamed no Aeroporto de Campo Grande nesta sexta-feira (15). De acordo com a Polícia Civil, Ângela nem chegou a viajar para Mato Grosso do Sul. Investigadores entraram em contato com a mãe de Ângela na cidade de Manaus (AM) que informou que a filha sequer havia saído da cidade.

Tudo leva a crer que foi Ângela quem enviou as fotos e mensagens sobre o suposto sequestro. Mesmo assim, a polícia não descarta que alguém possa ter pegado o celular e enviado as mensagens. O marido de Ângela, de 26 anos, foi quem procurou a polícia para relatar o suposto sequestro.

De acordo com o homem, de 26 anos, ele recebeu uma ligação de Ângela , que disse que havia chegado no Aeroporto de Campo Grande e pegaria um táxi para ir até a rodoviária e seguir para Chapadão do Sul, onde o rapaz mora.

Cinco minutos após falar com a esposa, ele recebeu outra ligação, mas ouviu a voz de um homem dizendo “Estou com a sua mulher aqui e não vamos liberar ela”. Ele afirma que logo depois o suspeito desligou o telefone e ele começou a mandar mensagens para a mulher pelo WhatsApp, mas que não era ela quem respondia.

Também foram mandadas para o homem fotografias da esposa com as roupas sujas e chorando. Pelo aplicativo de celular, o suspeito chega a pedir dinheiro para o resgate e alega ter usado o cartão da vítima, gastando todo o dinheiro até o limite.

Conforme o marido, o suspeito disse por fim que liberou a mulher na Rua Alcântara Machado, na Vila Santo Amaro, e quebrou o celular dela. Ele chegou a tentar ligar novamente para a esposa, mas o telefone deu desligado.

O homem contou aos policiais que está com a mulher há aproximadamente 8 meses. Ele arrumou um emprego em uma madeireira em Chapadão do Sul, onde moraria com a esposa. À polícia, o homem não soube informar a idade da mulher.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)