Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/07/2017 15:00

‘Hospital das Carroças” revela que veículos de tração animal ainda tem espaço

Nicanor Coelho, de Dourados - Midiamax
Nicanor Coelho, de Dourados - MidiamaxNicanor Coelho, de Dourados - Midiamax

Em pleno Parque Alvorada, um bairro residencial de classe média de Dourados funciona uma pequena oficina que é chamada pelos vizinhos de “Hospital das Carroças”.

O “medico” de plantão é o pedreiro Walter Figueiredo Santos, de 47 anos de idade que entre uma obra e outra dedica grande parte do seu tempo consertando veículos de tração animal.

Walter nasceu filho de um carroceiro e sempre lidou com o veículo que ainda convive lado a lado com os avanços tecnológicos principalmente nos bairros mais distantes do centro da cidade onde é muito útil para toda a comunidade.

Mais de dez carroças estão estacionadas no amplo quintal de sua casa transformada numa espécie de enfermaria. Walter muitas vezes é chamado de marceneiro, mas logo vai avisando que não é marceneiro. “Sou um consertador de carroças”, diz.

Conforme Walter uma carroça nova na loja de produtos agropecuários custa em torno de R$ 3.500,00 enquanto uma boa reforma vai de R$ 800,00 a mil reais.

“A metade das carroças que pego para restaurar é dos índios que são os maiores usuários”, diz o pedreiro explicando que nos bairros ainda existem muitas carroças fazendo fretes e pequenos serviços para todos os lados.

Walter chega a entregar de dez a vinte carroças “novinhas em folha” para os seus donos e assim continua sua sina de estar sempre junto as carroças apesar de acreditar que logo logo elas vão desaparecer do cenário urbano.

Além das carroças Walter compra e vende cavalos. “Pego os bichinhos doentes, debilitados e já cansados e depois de muito trato ele fica pronto para continuar servindo aos carroceiros”, diz o “doutor das carroças”.

Ele lembra que acima de tudo para ser dono de uma carroça é preciso ter uma história de vida ligada a este veículo que convive harmonicamente com as ruas asfaltadas e seus carrões reluzentes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)