Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Repórter News

06/10/2015 19:09

Padre morto após queda de aeronave será velado no Rio Grande do Sul

Mariana Rodrigues e Adriano Fernandes, Campo Grande News
Padre Ernesto nasceu no dia 01 de junho de 1935, em São João do Polêsine (RS), era membro da Província Nossa Senhora Conquistadora. (Foto: Divulgação)Padre Ernesto nasceu no dia 01 de junho de 1935, em São João do Polêsine (RS), era membro da Província Nossa Senhora Conquistadora. (Foto: Divulgação)

O corpo do padre Ernesto Pradebon, está no IML (Instituto Médico Legal) de Coxim - distante 260 km e deve ser liberado ainda hoje para ser transladado para Santa Maria (RS). O velório está previsto para ocorrer na Igreja Nossa Senhora da Glória.

Segundo informações do site Edição de Notícias, o corpo será encaminhado pela Pax Coxim até Campo Grande, onde será velado por familiares, entre eles o sobrinho Luiz Eduardo Pradebon, de 46 anos, que pilotava a aeronave Neiva EMB- 721C (Sertanejo) e sofreu ferimentos leves.

Depois o corpo segue de avião para Santa Maria, onde será novamente velado, na Paróquia Nossa Senhora da Glória, e por fim sepultado. O padre estava em Mato Grosso do Sul há uma semana e pescava com a família. Conforme informações do padre Chico Figueiró, o sepultamento será em Vale Vêneto-RS na tarde desta quarta-feira (7), no Cemitério dos Padres e Irmãos Palotinos.

O padre fazia parte da Sociedade do Apostolado Católico dos Padres Palotinos de Santa Maria e em 2015 completou 50 anos de dedicação ao sacerdócio.

Ernesto sofreu traumatismo craniano encefálico, seguido de parada cardiorrespiratória enquanto era transferido do helicóptero do Esquadrão Pelicano para o avião da FAB (Força Aérea Brasileira), aeroporto de Coxim. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu logo após dar entrada no Hospital Regional Álvaro Fontoura.

Padre Ernesto nasceu no dia 01 de junho de 1935, em São João do Polêsine (RS), era membro da Província Nossa Senhora Conquistadora. Ele veio para Mato Grosso do Sul visitar parentes e seguia para Coxim para participar de uma pescaria com membros da família.

O advogado Luiz Pradebon tem um escritório de advocacia na Capital e era quem pilotava o avião. Ele sofreu algumas escoriações leves, passou por avaliação médica no Hospital Regional de Coxim e foi liberado.

José de Arimathea Dias Barros, 63 anos, seguia como tripulante na aeronave. Ele foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande. Segundo informações da assessoria de imprensa do hospital, ele fez um raio X, está consciente e aguarda avaliação do ortopedista e neurologista.

De acordo com informações da assessoria da Base Aérea de Campo Grande, ainda não há informações sobre o que teria causado o acidente. Ainda conforme a assessoria, o Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos) é o órgão encarregado pelas investigações.

Acidente - A aeronave caiu às 10 horas da manhã de hoje na Fazenda 2 de Maio, entre Coxim e Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande. Três pessoas estavam a bordo de um Embraer Sertanejo 721 C. A localização exata, conforme a Base Aérea, fica a 150 quilômetros noroeste de Coxim.

A causa do acidente ainda é desconhecida e será investigada. O Corpo de Bombeiros de Corumbá recebeu o alerta da Base Aérea de Curitiba (PR), informando sobre o acidente e solicitando apoio das unidades de resgate.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)