Cassilândia, Sábado, 22 de Setembro de 2018

Luciane Buriasco

09/04/2018 08:20

Luciane Buriasco - O Mecanismo Sob a Espada de Thêmis

Magistrada Luciane Buriasco Isquerdo
Luciane Buriasco - O Mecanismo Sob a Espada de Thêmis

No final de semana, Lula foi preso. Ele, Presidente da República por dois mandatos e que elegeu sua sucessora, que sempre chamei de “Procuradora”, porque agia claramente em seu nome, “handpicked” li ontem no Jornal The New York Times, algo que se traduz como escolhida à mão, no caso, por Lula, para sucedê-lo, até que ele pudesse voltar para, de preferência, mais dois mandatos. Afinal, ninguém sabia da existência de Dilma Roussef antes de Lula a transformar em Presidente da República. É triste por ter sido a primeira mulher Presidente da República, mas nunca havia sido protagonista de nada. Tanto lhe era submissa que no áudio divulgado pela Operação Lava Jato, oferece um cargo de Ministro a Lula para evitar sua prisão, bem demonstrando como usavam do poder, o que na época foi impedido pelo Supremo Tribunal Federal. De certa forma, foi Lula quem sofreu o impeachment, e Temer era aliado, tanto que Vice.

A Operação Lava Jato se voltou, portanto, aos políticos que estavam no poder. Foi crescendo e ainda não terminou, mesmo já tendo durado duas vezes o que durou a Operação Mãos Limpas, na Itália. Também ainda não dinamitou totalmente a política, como lá se deu. Embora seja bom que se diferencie daquela Operação, para que das cinzas não surja nenhum Berlusconi. Se não estava claro ainda para alguém, basta assistir à nova série do Netflix: O Mecanismo, que mostra muito bem o esquema montado há anos, independente de partido político, segundo o qual quem está no poder nomeia os Diretores da maior empresa estatal, a Petrobrás - até aí tudo bem. Mas em troca de propinas milionárias, já que os contratos são bilionários - agora adentrando o mundo do crime, e crime de coxinha, de colarinho branco, de papel - pagas por um bloco das maiores empreiteiras do país, que se revezavam vencendo as licitações. E há os agentes que fazem esses pagamentos, como os doleiros, por onde tudo começou na Operação.

A série mostra um caso bem mais simples em que um serviço público funciona mal (esgoto com defeito) e um servidor público cria dificuldade para consertar, diz que vai demorar, vendendo a facilidade de indicar um terceiro para fazer o serviço, ficando com parte do valor pela indicação. E mostra que o Mecanismo é o mesmo. Há momentos na série em que descobrir isso deixa os investigadores sem vontade de lutar contra, mas logo se motivam novamente, por pura paixão, o que encanta na série, e seguem desenrolando o novelo de lã que foi a Lava Jato, em que uma coisa ia levando a outra maior e maior. E culmina, neste capítulo que vivemos ao vivo, e será retratado em temporadas futuras da série, com a prisão do Capo, chefe em italiano, como era chamado Lula nos documentos da Odebrecht.

É evidente que a corrupção não acabará só por tal prisão, embora extremamente simbólica, mas demonstra que todo esse mecanismo tido por muitos como normal, da corrupção e lavagem de dinheiro, está efetivamente sob a espada de Thêmis, foi levado à Justiça, no que já se vem chamando de judicialização da política. Lula tenta dizer que há uma politização da Justiça, mas o que há é a judicialização da política, mais ainda, uma efetividade do que já era assunto de Justiça: a corrupção e a lavagem de dinheiro. Ou seja, a novidade é ser bem aplicado, mesmo contra as pessoas mais poderosas do país. E aqui fica, por tal motivo - um misto de coragem, de honestidade, de prudência, equilíbrio e discrição, meus parabéns a toda a equipe da Lava Jato, em especial àquele que me honra poder chamar de colega, o Juiz Sérgio Moro.

Com tal parabéns, deixo meu adeus à Comarca de Cassilândia e aos leitores desta coluna no Cassilandia Noticias, em virtude de minha promoção para Campo Grande.

Luciane Buriasco Isquerdo é Juíza de Direito da 2.a. Vara Cível e Criminal de Cassilândia-MS, apresentadora dos programas de rádio Culturativa e Em Família, na Rádio Patriarca. Siga-a no Tweeter: @LucianeBuriasco

 

 

 

 

 

 

 

Os bons ventos que a trouxeram, levam-na de volta.Com vosso estoque de conhecimento, nosso Tribunal de Justiça, ficara mais abastecido...Tive oportunidade de consulta-la sobre assuntos familiares, os quais sempre os foram respondidos com a verdade e delicadeza...Sera sempre lembrada pela nossa comunidade..... Deus a proteja, extensivo aos seus .....
 
lazaro Lopes em 11/04/2018 16:09:57
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)